JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de julho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SOBRE RODAS

Do conceito à realidade. Os elétricos estão chegando

Os leitores mais atentos estão percebendo que, finalmente, os fabricantes deixaram de lançar modelos elétricos ou híbridos apenas para surpreender

22/12/2018 - 00:00:00. - Por Luiz Ciabotti Neto Última atualização: 22/12/2018 - 10:00:42.

Terminado o último Salão do Automóvel em São Paulo, palco para os próximos lançamentos de carros em 2019, o Sobre Rodas traz para você seis carros inéditos que vão chegar às revendas brasileiras. Três deles são elétricos e três, convencionais, ainda com motores a combustão.

A chegada destes veículos elétricos traz uma mensagem que começa a ganhar corpo de verdade: a eletrificação será a palavra chave nos próximos anos. Quem poderia imaginar nos dias de hoje que o carro seria carregado em uma tomada elétrica simples, como se fosse um telefone celular?

Os leitores mais atentos estão percebendo que, finalmente, os fabricantes deixaram de lançar modelos elétricos ou híbridos apenas para surpreender, mexendo com a imaginação das pessoas, mas efetivamente estão materializando o que antigamente era só conceito.

Os carros elétricos: Chevrolet Bolt, Nissan Leaf e Renault Zoe já têm datas para chegar e preços estabelecidos pelos seus fabricantes. É certo que estes veículos ainda têm uma participação muito incipiente no mercado brasileiro, com 2.754 unidades vendidas de janeiro a setembro deste ano, mas, a partir de 2019, tudo vai mudar e eles serão as estrelas. É bom explicar que já rodam no Brasil o híbrido Toyota Prius e o elétrico BMW i3.

O Chevrolet Bolt é um carro 100% elétrico. Desembarca por R$ 175 mil. Ele usa a mesma plataforma do Cruze e tem uma autonomia de 400 km. O Nissan Leaf, também 100% elétrico, é o mais vendido no mundo. Ele vai custar cerca de R$ 178.400 e tem uma autonomia de 320 km. Já o Renault Zoe será o veículo elétrico mais barato do Brasil, com custo de R$ 149.990, e uma autonomia de 300 km.

Entre os carros convencionais que vão aportar por aqui, o VW T-Cross é o mais esperado, pois será a estreia da Volkswagen no mercado de SUVs compactos.
O Tiggo 4 chega para disputar mercado dos crossovers intermediários e a picape Mercedes promete ser a mais tecnológica do mundo.

NISSAN LEAF

 

A Nissan Leaf já está em sua segunda geração. Ele vai competir diretamente com o Chevrolet Bolt e a meta é posicionar o Leaf em uma faixa de preço de carros tradicionais. O motor elétrico rende o equivalente a 150 cv e 32,6 mkgf. Ele tem 4,48 metros de comprimento e 1,79 metro de largura. O entre-eixos é de 2,70 metros. O Leaf também tem uma boa autonomia de 400 km. Para carregar todas as baterias (440 Volts) precisamos de apenas 40 minutos. Ele é considerado um carro semi-autônomo, porque tem muita tecnologia embarcada, tais como: “Pro Pilot Assist”, e-pedal e som Bose de alta fidelidade, dotado de sete alto-falantes. A Nissan já aceita reservas do carro, que desembarca custando R$ 178.400.

CHEVROLET BOLT

O Bolt é um hatch que vai usar a mesma plataforma do Cruze. Assim como outros carros elétricos, o Chevrolet Bolt é um carro bem ágil. Ele utiliza baterias abaixo do piso e precisa de 7,9 segundos para chegar a 100 km/h. A GM promete que ele será o carro mais eficiente no Brasil, porque terá uma autonomia perto de 400 km. Seu motor gera 200 cv e ele vai custar R$ 175 mil. O Bolt começou a ser vendido em dezembro de 2016, nos Estados Unidos, e em fevereiro de 2017, na Europa. Quem chega perto do Bolt constata que ele não é nada parecido com aqueles carros elétricos tradicionais. Ele é um carro igual aos outros, porque traz um desenho marcante e muito moderno.

RENAULT ZOE

Tabelado em R$ 149.990, o Renault Zoe já está à venda no país, mas as entregas devem acontecer no início de 2019. Lançado em 2012 e atualizado recentemente na Europa, o Zoe compartilha plataforma e diversos componentes com o Clio, que por aqui cedeu lugar ao Sandero e ao Kwid. Ele é um pequeno monovolume elétrico, cuja autonomia chega a 300 km usando tomada trifásica e a bateria recupera 80 km em uma hora e quarenta minutos. O motor é o R90, que gera 92 cv e 22,4 mkgf de torque, equivalente ao torque de um motor 2.0 aspirado. Ele possui ainda um sistema de climatização otimizado, que possibilita conforto sem se preocupar com a autonomia.

MERCEDES CLASSE X



se X é uma das mais esperadas no Brasil. Sem preço definido, o utilitário deve chegar custando entre R$ 170 mil e R$ 180 mil, em três versões de acabamento: Pure, Progressive e Power, e duas versões de motor: 2.3 litros a diesel de 190 cv (versão X 250) e V6 de 258 cv (versão X 350). Importada da Argentina, a picape já está sendo testada pela Mercedes nas ruas e estradas brasileiras. Ela só chegará ao Brasil em meados de 2019. Por fora, transmite robustez e, por dentro, impressiona pelo conforto. Pode ser usada no trabalho duro e exigente das fazendas, mas tem refinamento e sofisticação que as outras picapes médias não buscam e não têm.

VOLKSWAGEN T-CROSS

O VW Cross é um SUV urbano que marca a estreia da Volks neste segmento. Derivado do VW Polo, ele terá como principais concorrentes o Honda HR-V, Hyundai Creta, Nissan Kicks e Jeep Renegade. Ele será o principal lançamento da marca no ano de 2019. Na cabine, quatro entradas USB garantem a conexão ideal aos smartphones. Na versão mais barata, o T-Cross será ofertado somente com o motor 1.0 TSI flex, atrelado ao manual de seis velocidades ou câmbio automático Tiptronic também de seis marchas e tração dianteira. O preço inicial deve ser por volta de R$ 80 mil. O segmento onde está o T-Cross 2019, de crossovers e SUVs, é um dos mais acirrados e de maior interesse dos consumidores brasileiros.

 

CAOA/CHERY TIGGO 4



O crossover Chery Tiggo 4 será uma das boas surpresas de 2019. Feito sob a plataforma modular T1X, desenvolvida em conjunto com a Jaguar Land Rover, o utilitário chega por aqui com um alto nível de compartilhamento de componentes e peças superiores, inclusive sua suspensão será calibrada pela Lotus. O Caoa Chery Tiggo 4 tem 4,34 metros de comprimento, 1,83m de largura, 1,65m de altura e 2,63 m de entre-eixos. Ele é maior que os Honda HR-V e Hyundai Creta e um pouquinho menor que o Jeep Compass. Os preços devem ficar entre R$ 80 mil e R$ 100 mil, e a novidade promete muita tecnologia embarcada com seis airbags, freio de mão eletrônico, ESP, partida por botão, multimídia e teto solar panorâmico, entre outros.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia