JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 30 de outubro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Ar poluído é um dos principais riscos ambientais para a saúde, diz OPAS

Qualidade do ar está presente em cinco Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e é uma prioridade para as Nações Unidas.

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WatsApp: 34 99777-7900

09/06/2019 - 00:00:00.


Foto: Flickr/Gabriel de Andrade Fernandes

No marco do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado na quarta-feira (5), a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) pediu a diversos atores-chave que intensifiquem os esforços para reduzir a poluição do ar nas Américas e no mundo. O chamado foi realizado durante cerimônia realizada pela ONU Meio Ambiente e Ministério do Meio Ambiente em Brasília (DF).

Segundo a representante da OPAS/OMS no Brasil, Socorro Gross, o ar poluído é considerado um dos principais riscos ambientais para a saúde e é um grave problema que precisa ser discutido em várias frentes.

“São poucas as cidades em nossa região com níveis adequados de qualidade do ar, segundo o que é recomendado pela OMS. Além disso, são poucos os países que possuem sistemas eficientes de monitoramento. Hoje, mais do que nunca, precisamos unir esforços multissetoriais para abordar a problemática de vários ângulos”, afirmou.

Denise Hamú, representante da ONU Meio Ambiente no Brasil, reiterou que a contaminação do ar é uma ameaça real à saúde humana, ao meio ambiente e à economia. “O ar poluído não conhece fronteiras e migra para lugares distantes, contaminando a água e o solo e afetando diretamente os seres vivos”, disse.

Ela lembrou que o tema qualidade do ar está presente em cinco Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e é uma prioridade para as Nações Unidas. “O assunto se torna central na Agenda 2030. Observamos a necessidade imperativa de desenvolver políticas e instrumentos para o combate e controle da poluição do ar que contribuam diretamente para o alcance dos ODS 3, 6, 11, 13 e 15”, acrescentou.

Respire Vida
A ONU Meio Ambiente e a OPAS/OMS lançaram no evento a campanha Respire Vida, iniciativa global que tem o objetivo de sensibilizar o público em relação à poluição do ar como um grande risco para a saúde e para o meio ambiente. Nela, enfatizam-se tanto as medidas práticas de políticas que as cidades podem implementar para melhorar a qualidade do ar quanto as medidas que podem ser adotadas por comunidades e indivíduos.

Além disso, as agências lançaram a publicação “16 medidas pela qualidade do ar nas cidades: um chamado pela saúde e pelo meio ambiente”, que apresenta um guia de soluções que contribuem para melhoria da qualidade do ar, inspirando as administrações municipais a integrarem cada vez mais essa preocupação no planejamento e execução de suas ações.

 

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

Continua depois da publicidade

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia