JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 28 de setembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Em 300 dias, Codau é acionado para estancar quase 21 mil vazamentos

Autarquia divulga balanço de atividades realizadas em 2013. Levando em consideração 300 dias úteis trabalhados no ano, foram 400 ordens de serviços por dia

- Por Geórgia Santos Última atualização: 03/02/2014 - 11:24:32.


O Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba (Codau) divulga balanço de atividades realizadas em 2013. Segundo o presidente da autarquia, Luiz Guaritá Neto, os números são animadores: foram mais de 400 ações diárias. Uma das metas da atual administração era reduzir o tempo de espera para o atendimento de uma demanda, como vazamentos de água e esgoto, o que de fato aconteceu. A média de espera era de três a quatro meses em 2012, e este prazo caiu para no máximo três dias. Com objetivo alcançado, a próxima meta do Codau é agilizar o prazo para reparar os danos causados durante a manutenção, e também de reconserto.

Em 2013, o Codau atendeu 127.920 ordens de serviço, sendo 20.678 manutenções de água e esgoto, 12.669 de pavimentação e passeio, 83.198 ações realizadas no departamento de hidrometria e 11.375 ligações de água, mudanças de padrão, religação, entre outros. Sendo assim, de acordo com Luiz Neto, levando em consideração 300 dias úteis trabalhados no ano, foram realizados aproximadamente 70 manutenções de água e esgoto, isto é, vazamentos, chegando a um total de 400 ordens de serviços por dia.

“Melhor que estes números, que comprovam o trabalho intenso dos funcionários do Codau, é poder anunciar que reduzimos consideravelmente o tempo para solucionar um vazamento. A quantidade de vazamentos continua a mesma, porém conseguimos diminuir o número de reclamações e a velocidade com que são solucionados. Não posso deixar de cumprimentar toda a nossa equipe, bem como o Sindicato do Codau, por este progresso na qualidade e na rapidez de atendimento, gerando uma perda menor, menos desperdício de água, resultando em uma redução efetiva de tarifa”, afirma Luiz Neto.

Ainda segundo o presidente, estes números somente foram alcançados por causa dos profissionais que trabalham no Codau, que possuem um ótimo conhecimento técnico. Os investimentos em logística e em equipamentos modernos e mais eficientes também foram destacados por Luiz Neto.

Por outro lado, o presidente do Codau não esconde que ainda é preciso evoluir mais. “Precisamos reduzir o prazo do reconserto e a pavimentação do asfalto e passeio. Para esse serviço, o Codau contrata empresas e paga regularmente pelo trabalho. Por isso, cobro destes fornecedores mais urgência. A nossa meta é fazer com que todo processo seja feito em menos de cinco, seis dias, o que não está acontecendo atualmente. Mas essas empresas estão se preparando e irão atender da forma como gostaríamos”, ressaltou Luiz Guaritá Neto.


Leia mais


DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia