JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 25 de setembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Fórum de discussão

Você acredita que a implantação de Trem de Alta Velocidade (TAV), ligando as cidades de Uberaba e Uberlândia, pode sair do papel e é realmente importante para a região?

  

  • Os comentários aqui expostos não representam a opinião do Jornal da Manhã
  • O conteúdo é de inteira e exclusiva responsabilidade de seu autor
  • As mensagens com conteúdo depreciativo a qualquer pessoa e/ou empresa não serão divulgadas
  • Os comentários aqui expostos deverão incluir Nome Completo, Bairro e Telefone se possível


glad em 24/09/2018 às 12:09:37

Está é mais uma ideia de alguém que só quer aparecer. Não existe importância nenhuma numa obra dessa. Esses políticos deveriam se preocupar mais com os problemas que estão embaixo dos seus olhos e prestar mais atenção ao povo que o elegeu.


Nilceia em 23/09/2018 às 18:09:45

Acredito que precisamos melhorar sempre porém, existem prioridades mais urgentes como a melhoria das estradas mineiras que atenderá muito mais. Assim, os gestores precisam atender as PRIORIDADES após um planejamento.


RENATO CALHEIROS em 23/09/2018 às 12:09:36

COM CERTEZA! O CUSTO É MAIS BAIXO PARA QUEM VIAJA. DEVERIA TER EM TODO O PAÍS, COMO TEM NA EUROPA.


Ismar Carneiro em 22/09/2018 às 14:09:38

Não é viável, não tem demanda para dar retorno a um investimento deste porte. Nossos governantes deveriam primeiro trabalhar na concretização dos projetos reais e não ficarem sonhando com projetos estratosféricos.


LUIZ em 21/09/2018 às 11:09:18

SERIA MELHOR OLHAR PRA DENTRO DE NOSSA CIDADE PRINCIPALMENTE O TRANSITO AS RUAS TODAS CHEIAS DE BURACO E SEM SINALIZAÇAO VARIOS CRUZAMENTOS PRECISANDO URGENTE DE UM VIADUTO TRANSITO CAOTICO E CHEIOS DE LOMBADA


henrique melo em 20/09/2018 às 11:09:23

Claro que sim... A idéia no entanto seria ligar São Paulo à Brasilia, passando por Uberaba e Uberlandia... Totalmente viável, porém passando essas eleições, os investimentos virão consequência de se "arrumar" a casa... Devemos estar preparados para esse novo momento que virá para o Brasil...TUDO isso era necessário para o Brasil mudar a cultura de todos serem corruptos... UBERABA essa é a nossa vez...


Régis Santana em 19/09/2018 às 07:09:07

Muita grana envolvida pra praticamente nada!Melhor melhorar a saúde e educação!


Luiz veloso em 18/09/2018 às 19:09:48

Seria interessante se houvesse demanda, se o país/estado nao estivessem à míngua. Ademais, há coisas mais urgentes, como ZPE, aeroporto de cargas, até a finada planta de amônia. Enfim, parece-me mais um factoide, como tantos outros que são soltos ao vento, propagando a geração de milhares de empregos. A realidade, entretanto, é um mar de desempregados.


Márcio de Ávila Filho em 18/09/2018 às 08:09:49

Gostei da cigla, rsrsrs.

em referência a: LUCIO ANTONIO DA SILVA em às

Já imaginaram Uberaba que hoje padece com a falta de voos domésticos, repentinamente poder contar com o extraordinário e colossal aeroporto internacional conhecido pela sigla PPQDTL, ou seja: Para Piau Que Devaneios Tem Limites e, ao mesmo tempo com o recém inventado TAV? Só mesmo uma eleição duvidosa para gerar tanto desespero. Claro que tudo isso vai sair do papel, direto para o latão de lixo ou serão apagados pelo tempo.


carlos em 17/09/2018 às 17:09:49

Porque não ?partindo da cidade turistica de Araxa ,monotrilho do bairro 2000 até casa de eventos folcrole.Mas, vai demorar !! muita coiisa tem de ser feita neste seculo.


Reginaldo da Silva Batista em 17/09/2018 às 17:09:08

Claro que sim! Quando mobilidade tiver melhor!


LUCIO ANTONIO DA SILVA em 17/09/2018 às 15:09:46

Já imaginaram Uberaba que hoje padece com a falta de voos domésticos, repentinamente poder contar com o extraordinário e colossal aeroporto internacional conhecido pela sigla PPQDTL, ou seja: Para Piau Que Devaneios Tem Limites e, ao mesmo tempo com o recém inventado TAV? Só mesmo uma eleição duvidosa para gerar tanto desespero. Claro que tudo isso vai sair do papel, direto para o latão de lixo ou serão apagados pelo tempo.


Pedro Ernesto de Oliveira em 17/09/2018 às 13:09:03

Um local para pouso de discos voadores seria mais viável.


DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia