JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 15 de novembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Raquel Ribeiro #FICADICA 04/11/2018

EIS QUE CHEGA O TAL DO NOVEMBRO

Ele vem todo sorrateiro, azul e faceiro, anunciando que nossas baterias estão apenas com 20%, e que logo, logo precisam ser recarregadas.
Um mês começando, um ano quase acabando. Uma cabeça cheia de planos e um coração repleto de esperança, cultivando a certeza de um futuro próspero e promissor.

E para que a esperança volte a reinar de vez e se faça constante em nosso dia a dia, que tal sacudir a poeira e encarar os medos, para que daqui até o fim da bateria possamos estar satisfeitos, lado a lado, com os resultados da nossa coragem?!
Venha novembro, com todas as suas nuances azuis, faceiras e sorrateiras. Permita-nos sonhar, realizar, flutuar e comemorar tudo que tem para nos dar. Que seja um penúltimo suspiro, mas que possamos, então, suspirar e aproveitar.


CONTINUEM A NADAR

Eita que voltamos à programação normal.
Vamos recolher as piadinhas de direita e de esquerda.
Chega de comemoração.
Chega de choração.
Temos um resultado! Aliás, temos cheirinho de trabalho no ar, e isso é o que deve estar em pauta a partir de agora.
Que voltem as grandes ideias, que as cartas sejam colocadas na mesa, os planejamentos desengavetados e que as mangas sejam arregaçadas.
Se não por todos, mas pela maioria, temos um novo começo de era. Então, que ele seja de gente fina, elegante e sincera com habilidade para fazer valer o sim de uma nação.
Se para o certo ou para o errado, é o que temos, e confesso que, com o que temos, a mina aqui pira! Pira, quando vê um palácio virar museu da mordomia, quando vê um vice-presidente dizer que quer ser aproveitado porque não é só um corpinho bonito. A mina aqui vai à loucura quando vê que, mesmo sem confirmar, o futuro presidente dá uma dentro e fortalece logo de cara o agronegócio (uma das principais fontes de renda do nosso país) ao declarar que pretende subordinar o meio ambiente à agricultura. Pira, quando vê na futura primeira-dama do país um corpinho bonito, uma idade semelhante a dela e um potencial de trabalho gigantesco. A mina aqui vai ao delírio quando vê que o clima está esquentando e ficando tão bom que até os que estavam no fundo do poço encontraram a sua mola, fizeram uso dela e já colocaram a cabeça pra fora do buraco. Agora é só uma questão de respirar fundo, sentir o ar fresco e continuar a nadar. Mesmo que você não acredite, vamos nadar com a maioria, afinal a escolha já foi feita e a maré pode ser que esteja pra peixe, e se estiver, eu quero é aproveitar... Você não?!


CEIA TÁ NA MESA!

Hello!
Não se atrase!
A ceia está na mesa, os presentes estão no pé da árvore e o habitat natural das uvas-passas já é o arroz. Posso até ouvir o barulhinho dos papéis na cumbuca do amigo secreto e fazer a via-sacra entre uma festa de confraternização e outra.
Mas espere, cadê todo mundo?!
Ixi, este ano as pessoas resolveram sair do grupo, bloquear o acesso e deletar os contatos.
Portanto, não aparecerão para as comemorações.
Não vão dar e nem ganhar abraços de urso.
Não vão desejar um próspero ano a quem verdadeiramente importa.
E não conseguirão ser presença na vida de quem às vezes representa muito, se convive pouco e se curte menos ainda.
Sabe por quê?
Porque se perderam entre a direita e a esquerda.
Caro leitor, não se desespere!
Ainda é tempo... Pegue o seu orgulho, mesmo que ferido, guarde em uma caixinha, jogue-a no vaso sanitário e dê descarga.
Feito isso, volte para o grupo, desbloqueie, registre novamente os contatos.
O Bom Velhinho te espera! Se permita chegar, abraçar, trocar presentes, sorrir, acenar, sentir o cheirinho do peru e o gostinho da cerveja gelada, com os amigos e a sala cheia de parentes!
Aproveite, você tem pouco mais de 30 dias para descobrir que tem algo em comum comigo: a dislexia. Com ela não tem direita nem esquerda, aliás, até tem, mas como não sabemos diferenciá-las, ficamos no meio e curtimos intensamente a boa vibe do HO HO HO.

VACINAR & BABY GYM

Um sucesso! Assim foi a semana de inauguração da nova unidade da Vacinar que tem em seu espaço a primeira academia para bebês em Uberaba, a Baby Gym! O espaço é amplo e múltiplo para melhor atender você e sua família. A Baby Gym chegou com força total, nas aulas de psicomotricidade, oferecendo atividades que estimulam o desenvolvimento da criança de 2 meses a 4 anos de idade. As mesmas são planejadas para desenvolver ao máximo o potencial psicológico, físico e social da criança. Um programa único que gira em torno do brincar livre, em um espaço seguro e inspirador para direcionar sua energia, criar confiança e desenvolver habilidades. E tudo isso só foi possível através do dinamismo e da visão empreendedora da querida Alessandra Camargos que, junto com Dr. Ali Harmad, está sempre buscando ideias e serviços novos para oferecer aos Uberabenses. Vá até a Baby Gym, agende uma aula experimental para o seu bebê. Para participar ligue e agende seu horário, as aulas inaugurais são gratuitas. O telefone para contato é (34) 3316-3700. Ou se preferir, faça uma visita e confira de perto na Av. Santos Dumont, 644.


QUANDO MONTAR A ÁRVORE DE NATAL

Está chegando a hora de tirar a árvore de Natal do armário, dar um up no visual do seu lar e garantir que a onda verde e vermelha tome conta da casa. Montar a árvore de Natal, além de algo divertido e capaz de reunir toda a família, pode ser, também, um exercício cheio de significados. É que, na tradição natalina, o Tempo do Advento – ou seja, o período relativo às quatro semanas que antecedem o dia de Natal – é uma época de preparação e espera, que dura até a véspera. Decorar a casa, é claro, também faz parte do processo. Não existe um dia certo para se montar a árvore. Mas a Igreja tende a respeitar o que chama de ano litúrgico, que é diferente do ano civil – ele começa no Advento e termina no último domingo de novembro. Assim, o primeiro domingo do Advento - que é quando se costuma montar a árvore e o presépio - é o primeiro domingo do ano litúrgico. Este ano a data corresponderá a 2 de dezembro. Então, já separe os enfeites e se prepare para montar o seu lindo e mágico Natal.

JANTAR NAS ALTURAS

Ultimamente tenho encarado alguns desafios, para superar um dos meus maiores medos: o de altura. Sempre fui a criança que tinha medo do escorregador, do toboágua... Montanha russa, nem pensar! Mas coloquei na cabeça a tolice de que temos que ser maiores que nossos medos, então, ando aceitando desafios nas alturas, mas este é realmente demais para o meu gosto. Jantar nas alturas. Sim, literalmente jantar pendurado a 50 metros de altura, por um guindaste. Mas calma que para os corajosos, o menu vale a pena. O jantar é preparado por chefs renomados, o frio na barriga é de arrepiar e o visual é indescritível. O único problema neste caso é pessoal e intransferível, falta de coragem. Esse superprograma você pode fazer por aqui, no Brasil, mais precisamente em São Paulo, O Brastemp Dinner in the Sky está sendo realizado em frente ao Obelisco, com vista do Parque do Ibirapuera, e oferece aos convidados, que estiverem dispostos a pagar o preço (também nas alturas) de R$ 600, pratos de chefs renomados. Cada jantar tem a participação de 22 pessoas – são dois por noite – com duração aproximada de duas horas.
Os corajosos ficam em assentos que se movimentam 180º e cada jantar tem um cardápio com duas entradas (uma fria e outra quente), prato principal e sobremesa criados por um dos nove chefs: Flávio Myamura (Eñe, São Paulo), Renato Carione (Cosi), Emmanuel Bassoleil (Skye, São Paulo), Bella Masano (Amadeus), Pascal Valero (Kaá), Rodrigo Oliveira (Mocotó), Adriano Kanashiro (Kinu), Eric Marty (Cantaloup) e Sérgio Torres (Dos Cielos, de Barcelona). O projeto já passou por 30 países e realizou mais de 700 jantares nas alturas em lugares como Paris, Dubai, Londres e Las Vegas. A atração fica no Brasil de 5 a 14 de novembro, quartas, quintas e sextas-feiras, e aos sábados, das 20h às 22h e das 22h às 24h. Se você se interessou é melhor se apressar e aproveitar!

O PODER DO HÁBITO

Semana passada, escrevi aqui sobre como se estabelecer uma rotina é tão importante para crianças e adultos e como quebrar a rotina pode ser fundamental para o sucesso e felicidade de um adulto. Recebi várias mensagens com uma única pergunta: você leu o livro “O Poder do Hábito”? A resposta é: não, eu não o li. Confesso que tenho um pouco de resistência a livros desta natureza, mas como as recomendações foram boas e inúmeras, vou ler e conto depois para você. Mas enquanto não acontece, aí vai um pouquinho do que é o livro para, quem sabe você também comece a ler. O livro “O Poder do Hábito” foi escrito pelo repórter do New York Times, Charles Duhigg, que há duas décadas pesquisou como os hábitos funcionam – e, mais importante, como podem ser transformados, elabora um argumento animador: A chave para mudar o que não funciona em sua vida é entender como os hábitos funcionam. Transformá-los pode gerar bilhões e significar a diferença entre fracasso e sucesso, vida e morte. E então, vamos à leitura?!


DOMINGO DE HAMILTON!

Que Bolsonaro que nada, no meu domingo só deu ele, lindo absoluto, vitaminado, humilde, radiante, competente e campeão Lewis Carl Davidson Hamilton Stevenage, o meu campeão Lewis Hamilton. Aos 33 anos, ele faz história e hoje tem a mesma quantidade de títulos do também lendário argentino Juan Manuel Fangio. Pela quinta vez, Lewis Hamilton é campeão mundial de Fórmula 1. O britânico, que precisava de apenas um sétimo lugar para garantir a ponta da tabela com duas etapas de antecipação, sem depender da posição de Sebastian Vettel, da Ferrari, foi o quarto colocado no Grande Prêmio do México, realizado no domingo e vencido pelo holandês Max Verstappen, da Red Bull. Chegou aos 346 pontos contra 276 do alemão, sendo o campeão da temporada 2018. Para a alegria ser completa, Lewis escolheu comemorar seu mais novo feito com toda a equipe que o ajudou na conquista do título. E se Hamilton continuar nesta toada, já já alcança os sete títulos conquistados pelo alemão Michael Schumacher, e lacra geral!

 

 

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia