JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 14 de dezembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Luiz Ciabotti Neto RADAR 01/12/2018

Frase de Caminhão

“Qualquer fracassado lhe dirá que o sucesso não passa de sorte”.
 

A loira e o círculo

Lá está a loura, com seu Peugeot 206 prata, novinho, dirigindo na Via Dutra quando, sem perceber (É CLARO!!!), dá uma fechada absurda num caminhão.
Enfurecido, o motorista do caminhão faz sinal para que ela pare o carro. Depois de estacionar no acostamento, o cara, tipicamente chamado de “armário”, sai do caminhão, pega um pedaço de giz do bolso, desenha um círculo no asfalto e diz:
– Fique dentro do círculo e NÃO SE MOVA!!!!
Então o cara vai até o carro dela, tira o som e corta todo o estofado.
Quando ele se vira para a mulher, repara que ela tem um discreto sorriso no rosto.
– Ah… Você acha isso engraçado?! Então olha só!
O cara vai até a boleia, pega um taco de beisebol e quebra todos os vidros do carro. Para sua surpresa, ela está se segurando para não rir.
O cara fica louco. Pega canivete e fura todos os pneus do carro dela. Agora ela está rindo.
O caminhoneiro então perde o controle, vai até o caminhão, pega uma lata com gasolina, joga tudo no carro e põe fogo. A loura então começa a dar tantas gargalhadas que quase cai no chão.
– O que pode ser tão engraçado assim?! — pergunta o cara, sem entender nada.
– Enquanto você não estava olhando, eu saí do círculo 4 vezes!!

 

VW Virtus é o carro do ano 2018

O VW Virtus foi eleito o Carro do Ano 2019. Promovido pela revista Autoesporte, o “Carro do Ano” é a premiação mais importante e tradicional do setor automotivo. Conforme explica o site da revista, as regras da premiação estipulam votação individual e com pontos corridos; os modelos são avaliados em diferentes quesitos e a pontuação é somada no final.
O prêmio do Carro do Ano foi para o Volkswagen Virtus, cuja diferença para o Citroën C4 Cactus foi de 169 pontos. Porém, a separação entre o Citroën e o Fiat Cronos, terceiro colocado, já se mostrou bem menor: 33 votos. O Virtus foi eleito por um júri de 20 jornalistas de todo o país a partir de uma lista de cinco finalistas, que também contava com Chery Tiggo 2, Citroën C4 Cactus, Fiat Cronos e Toyota Yaris.
Confira a colocação completa com a pontuação individual

CARRO DO ANO

Volkswagen Virtus - 1.714 pontos
Citroën C4 Cactus - 1.545 pontos
Fiat Cronos - 1.512 pontos
Toyota Yaris - 1.480 pontos
Chery Tiggo 2 - 1.195 pontos



O Virtus é a versão sedã do novíssimo VW Polo. Ele tem um bom pacote de tecnologia, motores eficientes e a opção de um câmbio automático. Seus principais concorrentes são: Fiat Cronos, Honda City e Toyota Yaris

CARRO PREMIUM DO ANO

Volvo XC40 - 1.737 pontos
Volkswagen Tiguan - 1.729 pontos
Peugeot 5008 - 1.590 pontos
Honda CR-V - 1.447 pontos
Mitsubishi Eclipse Cross - 1.363 pontos



O Volvo XC-40 é um carro moderno, bonito, cujo visual é o seu principal destaque. Não dá para negar que ele chama a atenção, especialmente nas versões mais caras, equipadas com LEDs, rodas maiores e pintura em duas cores

CARRO SUPERPREMIUM DO ANO

Ford Mustang - 1.710 pontos
Jaguar E-Pace - 1.610 pontos
Porsche Cayenne - 1.248 pontos
BMW X3 - 1.235 pontos



O Ford Mustang 2019 é o desejo de muitos admiradores de veículos esportivos. Ele é um esportivo que traz inúmeras novidades para o mercado, entre elas já podemos destacar a sua motorização e velocidade

Transmissão automática

Em 1904, o ousado sistema desenvolvido pelos irmãos Sturtvenat, dos EUA, abriu caminho para os modernos carros automáticos. As várias tentativas fracassadas, com altos custos, pouca confiabilidade e falta de demanda, retardaram a popularização do câmbio automático por décadas.


Corolla perde apenas 10% em um ano

O site Autoinforme do jornalista Joel Leite deu ao Toyota Corolla o título de “Maior Valor de Revenda” do Brasil. O sedã perdeu apenas 10% do valor em um ano de uso, conforme o estudo de depreciação feito pela Agência do jornalista.
O sedã recebe a Certificação pelo quinto ano consecutivo e tem como principais concorrentes o Civic, que obteve índice de depreciação de 11,2% e o Cruze, com desvalorização de 11,8% após um ano de uso.
A categoria dos sedãs médios é uma das mais concorridas no Selo Maior Valor de Revenda. O Corolla é um carro reconhecido no mercado pela boa dirigibilidade, potência e conforto. Custa entre R$ 91 mil e R$ 119 mil.

O Turbocompressor

Em 1905, o engenheiro suíço Alfred Buchi percebeu que uma turbina que reutilizasse os gases do escapamento poderia recuperar a energia perdida, tornando o ciclo da combustão mais eficiente. O conceito tem sido de grande apoio na redução do tamanho dos motores, o downsizing.
________________________________________


Kwid, o melhor do segmento de entrada

Ainda sobre o Selo “Maior Valor de Revenda Autos 2018”, o Kwid, da Renault, conseguiu o melhor índice de depreciação da categoria de entrada, com 8,4%.
O estudo identifica os carros que menos perdem valor após um ano de uso e classifica de acordo a categoria. Para quem procura um carro no segmento de entrada e está preocupado com o que pode perder na hora da revenda, saiba que o Kwid é a melhor opção. O preço do Kwid é o principal apelo de vendas: custa entre R$ 32 mil e R$ 42 mil, sendo, portanto, um dos modelos mais baratos do mercado.

Dona de carros de luxo, a Ferrari assume o posto de fabricante com menor produção diária — 14 carros por dia. Por outro lado, é da Toyota o título de maior produtora diária: 13 mil unidades!

Volkswagen nega fusão com a Ford

Depois de muitas conversas desencontradas, a Volkswagen negou a possibilidade de fusão com a Ford. Quem fez esta revelação foi o chefão Hebert Diess. Segundo o site internacional Autocar, apesar da parceria firmada em setores estratégicos, como o de veículos comerciais e elétricos, a aliança entre Volks e Ford não tem chances de caminhar para uma fusão.

REVELAÇÃO

O executivo disse por outro lado que acredita em uma significativa ampliação do mercado de elétricos até 2020, alegando que "para aqueles que dirigem menos de 30 mil quilômetros por ano, a eletricidade será a primeira escolha".
Ele entende que os motores de combustão interna "permanecerão importantes" por vários anos, até mesmo os movidos a diesel. "Vamos oferecer motores a diesel com níveis reduzidos de NOx e carbono", confirmou o dirigente.


O maior carro já fabricado no mundo foi o alemão Mayback 62. O grandalhão é um sedã que tem 6,16 metros. Quase o comprimento de um elefante!

 

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia