JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 23 de fevereiro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Wellington Cardoso Ramos FALANDO SÉRIO 20/01/2019

Prescrição
A caminho da prescrição estão doze crimes de inquéritos devolvidos esta semana à PC pelo Ministério Público.

Marcha lenta
Todos esses inquéritos foram instaurados em 2014 e 2015 e contam apenas com a anexação da ocorrência policial (em uns poucos os investigados chegaram a ser ouvidos).

Diligências
Sua conclusão ainda depende de diligências para as quais a PC não tem investigadores disponíveis.

Priorização
Sem estrutura, delegados precisam fazer, diariamente, a chamada “escolha de Sofia” na atenção dada aos milhares de inquéritos sob a responsabilidade de cada um.

Demais
A cada mês são registrados oficialmente em Uberaba mais de mil delitos, que vão de furto (crime ocorrido sem violência ou grave ameaça) a homicídio.

Proporção
Na distribuição, em média, cada delegado e equipe de no máximo três investigadores e escrivão recebem mais de 100 novos casos para desvendar a cada 30 dias.

Tempo
Pegando uma investigação do zero, a equipe tem trinta dias para identificar o suspeito, coletar depoimentos e provas. Se não conseguir, precisa pedir dilação de prazo ao MP.

Impunidade
A favor dos criminosos conspira também o exagerado número de processos no Judiciário, o que faz com que alguns casos se arrastem por longos anos.

Cota
Das cem vagas oferecidas no concurso da Guarda Municipal, vinte estão reservadas para afrodescendentes. As inscrições serão abertas no dia 19 de março.

Provas
A primeira prova eliminatória do certame está marcada para 26 de maio.

Impedimento
Entre os impedimentos para assumir cargo público está a falta do cumprimento de obrigações eleitorais ou militares (o serviço obrigatório).

Tributação
Relatório de recolhimentos de tributos do Hospital de Clínicas nos nove primeiros meses de 2018 mostra que o Imposto de Renda ficou com a maior fatia.

Em valores
O IR representou R$2,8 milhões (pagos por funcionários e prestadores de serviços), enquanto a contribuição previdenciária somou R$1,4 milhão.

Assédio
Está submetida ao Ministério Público da Infância e da Juventude denúncia de mãe contra padre por assédio sexual.

Incômodo
Episódio tornado público nas redes sociais tem incomodado a comunidade católica diante da ausência de informações sobre a apuração.

Tráfico
O tráfico de drogas continua predominando nas condenações das Varas Criminais de Uberaba.

Seis anos
Acusado de manter em depósito, em sua própria residência, 1,5 quilo de maconha, Francisley de Jesus Bernardes foi condenado a seis anos de reclusão.

Avaliação
A droga foi avaliada em mais de R$11 mil.

Rádio
Os policiais também encontraram na residência outros materiais usados no comércio de drogas e rádio HT na frequência da Polícia Militar.

Multa
O juiz Ricardo Motta ainda aplicou no denunciado multa de cerca de R$20 mil.

Recurso
Francisley formalizou recurso ao Tribunal de Justiça se dizendo inocente e pede, se mantida a condenação, que o regime passe do fechado para aberto (em liberdade).

Contra
Em sua manifestação, o promotor Laércio Conceição é contra o acatamento dos pedidos.

Para condenar
O mesmo promotor está recorrendo ao TJ para transformar em condenação a absolvição de homem flagrado com veículo furtado.

Mecânico
Abordado pela PM por ocasião de sua prisão, conduzindo o veículo com registro de furto, o absolvido se disse mecânico e que o carro era de cliente.

Cadê?
Mas não soube dizer o nome completo do cliente nem o seu endereço, pelo que, no desenrolar do processo, o MP pediu a sua condenação.

Temporário
O destacamento da PM em Grupiara, no Alto Paranaíba, não foi extinto, mas está com atividades suspensas.

Despesas
A Prefeitura de Grupiara suspendeu o pagamento das despesas que tinha com o destacamento, em protesto contra o Estado, que vem retendo seus recursos de ICMS e Fundeb.

Boca de siri
Na ausência do prefeito, sua assessoria não pode comentar o imbróglio e o telefone dele passado à coluna acusou “não pode receber chamada” ou “não está programado”.

Tragédia
Em São Gotardo, a 250km de Uberaba, mulher de 24 anos foi presa, suspeita de agredir (e causar a morte) o filho de quatro meses.

Doente
Segundo familiares, a mãe tem problemas psicológicos agravados pela gravidez. 

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia