JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 25 de maio de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Gisele Barcelos CHECKLIST MUNDO 13/05/2019

Se há uma coisa que eu amo na era do empreendedorismo, são as ideias que aparecem para resolver velhos dilemas de viagem.

Graças a esse espírito empreendedor hoje temos apps para rastrear bagagens despachadas e podemos economizar alugando um quarto na casa de alguém pelo AirBNB ou mesmo dividir o fretamento de um ônibus para pagar mais barato em passagens.

Agora outra novidade vem com a promessa de resolver a dificuldade com o idioma em viagens internacionais. Uma plataforma digital surgiu para conectar viajantes brasileiros com guias e fotógrafos tupiniquins em diversas partes do mundo.

O projeto foi lançado no fim do ano passado e, por enquanto, a lista de lugares com suporte brazuca ainda é restrita. Mas a cobertura já é garantida nos principais destinos da Europa, como Amsterdam, Londres, Paris e Roma, e também no Canadá, Estados Unidos, Índia e Tailândia.

A ideia de criar um site especializado em serviços em português nasceu durante uma viagem a Hong Kong. Desesperada em meio ao idioma enigmático dos chineses, a criadora da plataforma respirou aliviada ao escutar um burburinho em bom português na mesa ao lado de um restaurante.

Os brasileiros-moradores locais não só acalmaram o coração da viajante, como também ajudaram a montar um roteiro pela cidade e arredores. Pronto! Surgia assim a ideia para o Itineo: conectar brasileiros pelo mundo.

Os brazucas que vivem em alguma cidade turística pode dividir as dicas de morador e ajudar os compatriotas que estão por ali a seguir roteiros menos engessados, vendo além dos pontos turísticos basicões.

Pelo site, são oferecidos três opções de serviços. O pagamento é intermediado pela plataforma, semelhante ao Airbnb, e somente liberado após o serviço prestado. Assim, o viajante pode ser reembolsado caso ocorra algum problema.

É possível contratar um conselheiro virtual para planejar a viagem, tirar dúvidas e ainda montar um roteiro personalizado num bate papo online, via skype ou Whatsapp.

Ou também contratar um guia local que fala português para desbravar a cidade em um tour especial feito com base nas suas preferências.


Além disso, há a opção de contratar um fotógrafo brazuca para uma sessão de fotos e voltar com uma recordação inesquecível do destino. Vamos combinar que fica bem mais fácil entender as instruções em português, né?!

Não sei você, mas já estou torcendo para o projeto crescer. Que tal conferir agora se já existe um sorriso amigo e brasileiro cadastrado no país que você sonha conhecer, mas sempre adiou por medo do idioma?

*Gisele Barcelos é uma jornalista viajante, que adora pesquisar e montar roteiros para aventuras pelo Brasil e exterior. Além de escrever sobre política no Jornal da Manhã, é autora do blog Checklist Mundo, onde compartilha suas andanças e experiências pelo mundo afora.

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia