JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de julho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Articulistas

Outros Articulistas

Fernando Hueb de Menezes

Profissão: Político!

Cada dia que passa, me surpreendo mais com as atitudes do ser humano. Aprendi com meu pai, Professor Murilo Pacheco de Menezes, que na vida temos que ser coerentes nos nossos atos, transgredindo os obstáculos sobre uma linha de conduta, que pode ter pequenos desvios, mas nunca uma mudança abrupta de direção.
Percebemos hoje, principalmente nos meios políticos, que os interesses próprios e a luta pelo poder sobrepõem a preservação do caráter e a lógica de acontecimentos recentes, onde até bem pouco tempo atrás, pessoas que eram admiradas se tornam abomináveis inimigos, contrariando fundamentos inexoráveis.

Palavras do Professor Murilo: “Percebe-se, claramente, a preocupação de que a Política não se transforme em iminentes transações financeiras, nem em especulações abjetas do cidadão, e que os cargos públicos sejam exercidos com idealismo, alicerçado na mais afetuosa dedicação cívica. O sacerdócio se exerce com altruísmo. Seu objetivo é o bem do outro. Alicerça-se na espontaneidade abnegada, no ideal de servir, de ser útil à comunidade. Sua força está na alma e sua vida se confunde com as alegrias e tristezas de seus fiéis”.
Infelizmente são raros os políticos que se comportam dessa forma. As predileções pessoais, na maioria das vezes, são priorizadas em detrimento aos interesses da sociedade. Os projetos são desconexos e incongruentes. Levam a política como uma dança de parceiros indefinidos, que dependendo da melodia, aconchegam no ombro de um ou do outro. Mas ao final da dança, não querem nenhum compromisso mais sério.

Apesar de ser um otimista por natureza, não tenho tanta esperança que tão breve teremos um caminho diferente. A jovem democracia do nosso país não está preparada para desmantelar esse quadro. Teremos ainda, por algum tempo, políticos escravos da política, submissos às negociatas e enclausurados na redoma contaminada dos compromissos escusos. Enquanto isso, a população sofre e as pessoas de bem se recolhem, diante do estapafúrdio comportamento daqueles que os representam.

Fernando Hueb de Menezes – Professor e Pesquisador da Universidade de Uberaba. Chefe de Gabinete da Prefeitura de Uberaba. E-mail: fernando_hueb@hotmail.com

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia