Publicidade
Rádio JM
Canais Facebook Twitter RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
SAÚDE
Tamanho do texto: A A A A
16/08/2012

Psicóloga alerta para o risco de depressão durante a gravidez

Compartilhar:

Gestantes devem ficar em alerta quanto à depressão durante e depois da gravidez. De acordo com a psicóloga Silvana Messias, a depressão na gravidez é algo bastante sério, podendo tirar a oportunidade da mãe de vivenciar essa gestação e o contato direto com o filho ao nascer.
Já a após a gravidez, é preciso analisar as condições da mãe, para evitar fatos extremos.
“Os sintomas às vezes aparecem, a mãe ignora, a família não percebe e a situação se agrava, gerando a depressão. Assim a gravidez não será vista pela mulher como uma forma prazerosa, e sim como um momento angustiante, além de interferir na relação mãe e bebê, assim que a criança nascer”, explica a psicóloga.
Outro fato que pode acontecer com as mulheres nestas condições é a chamada tristeza materna, às vezes confundida com a depressão pós-parto. “Durante a gravidez, a mulher tem grande aumento de hormônios, e no momento em que o bebê nasce essa taxa de hormônio cai, mexendo com o estado emocional dessa mulher, que fica um pouco sensível. Após o parto, podem surgir alguns sintomas, como tristeza, choro, insegurança e medo de não conseguir cuidar do filho ou realizar tarefas como amamentar e dar banho. Para alguns, estes sintomas podem ser encarados como uma depressão, mas na verdade é tristeza materna, que normalmente dura o prazo máximo de 20 dias”, revela.
Os sintomas da tristeza materna costumam passar com o tempo, mas, se persistirem, podem se tratar de uma depressão, que apresenta características de que a mãe realmente não está bem, com crises de choro, insônia, dificuldade na alimentação, rejeição ao bebê e a sensação de que não consegue cuidar da criança. “São sintomas que precisam ser tratados e não podem ser ignorados, para evitar que cheguem a casos extremos”, afirma.
 



OUTRAS NOTÍCIAS


Cerveja faz bem à saúde, se consumida na medida certa (14/12)
Vacinação contra paralisia e sarampo é prorrogada em Uberaba (13/12)
Atividade física e suplementos atrasam progressão da Sarcopenia (13/12)
Anvisa atualiza lista de antibióticos com a venda controlada no Brasil (12/12)
Baixo desempenho na escola pode ser um sinal de dislexia (12/12)
Cardiologista lança tratado sobre a estimulação cardíaca artificial (12/12)
Traumas cerebrais podem provocar casos de epilepsia (11/12)
Perda de massa muscular atinge mais de 50 milhões de pessoas (10/12)
Com o verão, aumenta a procura por procedimentos estéticos (09/12)
Mamografia permite diagnóstico mais precoce do câncer de mama (07/12)
Tratamento cirúrgico só em último caso, alerta especialista (06/12)
Possibilidade de desenvolver o problema é maior durante verão (06/12)
Cerveja não ajuda a eliminar o cálculo renal, diz urologista (06/12)
Especialista dá dicas para um bronzeado com saúde neste verão (05/12)
Medicamento possibilita melhor qualidade de vida a pessoas com autismo (05/12)
Mutirão de prevenção do câncer de próstata atendeu mais de 1.600 (05/12)
Morre homem que passou mal em frente a UPA São Benedito (05/12)
Fitoterápicos auxiliam a enfrentar desconfortos da menopausa (04/12)
Depressão acomete cerca de 350 milhões de pessoas no mundo (04/12)
Kinesio taping é nova alternativa para tratamento do problema (03/12)




Banner Giovanna Prata lateral superior
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

Banner blog mais bella
ENQUETE
Passados mais de dez dias das modificações no sistema viário em nossa cidade, você acha que o transito melhorou?




JM FORUM
Você acha que as mudanças que a presidenta Dilma fez na área econômica vão melhorar o país em 2015?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2014