Publicidade
Rádio JM
Canais Facebook Twitter RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
SAÚDE
Tamanho do texto: A A A A
25/07/2012

Novo medicamento para câncer de mama será incorporado no SUS

Compartilhar:

O Ministério da Saúde vai incorporar o medicamento Herceptin, também conhecido como Trastuzumabe, um dos mais eficientes medicamentos de combate ao câncer de mama, no Sistema Único de Saúde (SUS). A iniciativa faz parte do Plano Nacional de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer de Colo do Útero e de Mama, estratégia para expandir a assistência oncológica no país, lançado pelo governo em 2011, no qual serão investidos R$ 130 milhões por ano.
Em Uberaba, o Hospital Dr. Hélio Angotti, referência no tratamento de câncer, incluindo o de mama, está entre as entidades que receberão o medicamento pelo SUS. A medida é vista com expectativa pelo presidente do HHA e oncologista Délcio Scandiuzzi, que revela haver 200 novos casos de câncer de mama em Uberaba por ano. “Algumas mulheres apresentam uma mutação genética com a hiperexpressão do gene Her2 que traz ao tumor uma maior malignidade podendo levar a mulher rapidamente à morte. O tumor com Her2 positivo é mais agressivo, então se faz um teste para detectar as pacientes que têm o gene alterado. Cerca de 20% dos casos de câncer de mama têm esse gene Her2 alterado, mais comum entre as mulheres jovens. Por isso, temos o Herceptin, um medicamento alvo especial que tem muito pouco efeito colateral por ser dirigido exatamente para aquele defeito no tumor agindo apenas na célula maligna”, esclarece. O problema anterior a esta decisão era o de que o remédio custa entre R$ 8 mil e R$ 10 mil cada unidade, sendo que o tratamento dura cerca de um ano e utiliza-se de 10 a 12 unidades.
Segundo Scandiuzzi, o medicamento começou a ser usado no mundo há cerca de cinco anos e em Uberaba já estava sendo utilizado com frequência, embora a novidade vá facilitar o tratamento para atender pacientes que necessitam do Herceptin evitando batalhas judiciais, perda da qualidade de vida e das chances de cura do câncer de mama. “No Hélio Angotti esse medicamento já é usado rotineiramente e agora facilitará o tratamento dos pacientes do SUS a ajuda do Ministério da Saúde, já que é um remédio de alto custo e de uso prolongado. No caso de uma mulher que acaba de operar e tem indicação de tomar o remédio ele é usado cerca de um ano. Naqueles casos de mulheres, que depois de muitos anos, o câncer volta a se manifestar, e que na época em que foi operada não sabíamos da existência desse medicamento, fazemos o teste e usamos o medicamento, pois ela pode ter o tempo de vida extremamente prolongado com o uso dessa medicação”, afirma o oncologista do HHA.



OUTRAS NOTÍCIAS


Esclerose múltipla é importante causa de afastamento do trabalho (19/09)
Escovas de dente devem ser trocadas a cada quarenta e cinco dias (18/09)
Mau hálito é um problema de saúde pública no Brasil (18/09)
Anvisa suspende venda de protetor, antibióticos e antidepressivos (17/09)
Saúde incorpora medicamento para tratar sintoma do autismo (17/09)
Metade das crianças asmáticas está sem controle da doença (16/09)
Cirurgia no quadril devolve a mobilidade aos idosos (16/09)
Especialista ensina como consumir alimentos orgânicos com economia (14/09)
Nova dose de vacina ataca quatro tipos de meningite (14/09)
Depressão, alcoolismo e esquizofrenia podem levar ao suicídio (13/09)
Estudo diz que refrigerantes diet podem engordar consumidores (13/09)
Guia ensina pais de crianças com alergia a ler rótulos de produtos (12/09)
Coordenador de programa de prevenção ao câncer visita Uberaba (12/09)
Tratamento de doenças cardíacas pode ser iniciado bem mais cedo (12/09)
Consumo excessivo de sal acarreta doença renal e cardiovascular (11/09)
Toxina botulínica é utilizada para tratamento da hiperidrose (11/09)
Anvisa proíbe venda e distribuição de produto alimentar infantil (10/09)
Abacate e maçã são frutas que não podem faltar no cardápio (10/09)
Carboxiterapia combate gordura localizada, celulite e cicatrizes (10/09)
Médica explica como o diabetes pode afetar a vida sexual (09/09)




Lateral superir Giovanna
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
r�dio

Banner blog mais bella
ENQUETE
Na sua opinião, a saída do ex-prefeito Anderson Adauto do processo eleitoral deste ano:





JM FORUM
No JM o prefeito Paulo Piau disse que a atualização da tabela que reflete a valorização ou desvalorização do metro quadrado nos diversos bairros da cidade vai abalizar o IPTU para 2015. Na sua opinião, qual deveria ser o índice máximo de correção do imposto?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2014
CMIDIA