Publicidade
Rádio JM
Canais Facebook Twitter RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
SAÚDE
Tamanho do texto: A A A A
21/06/2012

Conheça seu corpo e procure o profissional certo

Compartilhar:

A campanha percorrerá no total 17 municípios de 13 estados brasileiros e, em julho, o objetivo é apresentar ao Ministério da Saúde um relatório parcial das ações da exposição “Caminhos da Otorrinolaringologia”, iniciativa da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF). Com isso, vai buscar apoio para que, no próximo ano, a campanha possa se estender aos demais estados brasileiros.
Entre as informações divulgadas pela exposição está a apresentação da otologia (ouvidos). Cerca de 30% a 35% das perdas de audição são causadas pela exposição a sons intensos, sejam eles em ambientes profissionais ou em lazer, como shows ou aparelhos eletrônicos. Na legislação brasileira, o limite máximo permitido de exposição a sons é de 85 decibéis, mas o volume de aparelhos de som individuais (tocadores de MP3) pode chegar a 100-110. Tanto que, durante a passagem por Uberaba, a campanha realizará testes nos fones de ouvido.
No âmbito da rinologia (nariz), dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) revelam que 70% da população mundial respira de forma errada, prejudicando não apenas o sistema respiratório, mas também toda a estrutura óssea facial, inclusive os dentes. As pessoas que têm o hábito da respiração oral também estão sujeitas ao ronco, problema que afeta 19% das mulheres e 30% dos homens da população mundial. Além disso, a OMS revela que uma em cada sete pessoas apresenta algum tipo de alergia respiratória. No Brasil, cerca de 50% da população sofre com a doença.
No campo da laringologia (garganta), sabe-se que a voz é uma das funções do corpo mais utilizadas no dia-a-dia, porém é preciso saber preservá-la. Dados da ABORL-CCF apontam que a maioria dos educadores e de outras profissões que usam a voz com bastante frequência, não tem precaução contra o desgaste excessivo da sua laringe, o que representa 70% da população ativa do país. O câncer de laringe está entre os problemas vocais mais perigosos, doença que atinge cerca de 10 mil pessoas no Brasil, todos os anos, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). O Brasil ocupa um dos primeiros lugares no ranking mundial entre os países com maior incidência da doença. A campanha “Caminhos da Otorrinolaringologia” conta, ainda, com o apoio da Prefeitura Municipal de Uberaba. (TM)
 



OUTRAS NOTÍCIAS


Anvisa suspende venda de medicamento contra a insônia (26/07)
SMS convoca população para vacinação gratuita contra hepatite (26/07)
Dias frios contribuem para as crises de doenças respiratórias (26/07)
Substância diminui incidência de infecções respiratórias virais (25/07)
Vitamina D está associada a um menor risco de morte prematura (25/07)
Especialista recomenda alimentação durante o período de inverno (24/07)
Tom de voz usado com a criança deve ser sempre calmo, mas firme (24/07)
Pediatra orienta como criar uma criança sem deixá-la mimada (24/07)
Especialista alerta que obesidade pode causar problemas oculares (23/07)
Medicamentos chegarão às farmácias 12 por cento mais baratos (23/07)
Inibidores de apetite favorecem o tratamento da obesidade (23/07)
Vasectomia pode aumentar em até 10% risco de câncer (22/07)
Inversão térmica traz riscos para o coração, diz especialista (22/07)
Governador de Minas sanciona Lei do Dia de Prevenção à Trombose (20/07)
Redução no número de diagnósticos não sugere menor prevenção (20/07)
Uberaba apresenta queda no índice de novos casos de Aids (20/07)
Médico alerta sobre os riscos da cesariana desnecessária (19/07)
Avon e HHA assinam parceria para ampliar Centro de Referência (19/07)
Inverno aumenta risco de complicações com as lentes de contato (18/07)
Infecções por HIV aumentam 11% no Brasil em oito anos (18/07)




Lateral superir Giovanna
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
JM Magazine 46

Banner blog mais bella
ENQUETE
Aciu e Prefeitura defendem a reurbanização da rua Artur Machado, padronizando a fachada das lojas e estendendo o calçadão até a Av. Presidente Vargas. Você aprova essa medida?




JM FORUM
Você é a favor da implantação da mão única na Av. Fidélis Reis, porque?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2014
CMIDIA