Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
SADE
Tamanho do texto: A A A A
18/06/2012

Pesquisa revela regies mais lesionadas durante corrida

Compartilhar:

A corrida ganha cada vez mais adeptos e, com o aumento da sua popularidade, crescem também as incidências de lesões musculoesqueléticas. Os joelhos, pés, pernas, tornozelo e coluna são as áreas do corpo mais afetadas, de acordo com pesquisa realizada por professores e alunos do Programa de Mestrado em Fisioterapia da Universidade Cidade de São Paulo (Unicid), que teve como intuito descrever hábitos, características de treinamento, histórico de lesões e suas possíveis associações entre 200 corredores recreacionais.
Dentre os principais resultados, a pesquisa ainda revela que quem corre há mais tempo tem menos lesões musculoesqueléticas. “Verificamos que os entrevistados que praticam corrida entre 5 e 15 anos apresentaram uma taxa menor de lesões. Esse resultado pode estar relacionado com pessoas que, com a experiência, se adaptaram ao esporte e, agora, entendem melhor o seu corpo. Com isso, criaram um fator de proteção”, explica Alexandre Dias Lopes, professor do Programa de Mestrado em Fisioterapia.
Desses avaliados, 55% relataram alguma lesão musculoesquelética ocorrida nos últimos 12 meses. Os problemas mais descritos foram tendinopatias e lesões musculares. O levantamento foi realizado com pessoas que correm por lazer há pelo menos seis meses. A maioria era homem (73%), com idade média de 43 anos e volume de treino de 35 quilômetros semanais. “Esses dados indicam um alerta aos participantes do esporte. É importante que eles procurem o acompanhamento de um especialista da área da saúde para saber as consequências e soluções para os sintomas”, afirma Luiz Hespanhol Junior, aluno envolvido no desenvolvimento da pesquisa. (TM)






ESPECIAL DE ANIVERSRIO 2017
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
O Codau iniciou a transposio do rio Claro. Segundo dados da autarquia, a vazo do rio Uberaba est em torno de 1.520 litros/segundo e, para atender demanda da cidade, necessrio um volume de 900 litros/segundo. Voc acredita que a transposio necessria neste momento?





JM FORUM
Governo federal diminuiu a previso do salrio mnimo para 2018, tendo em vista a queda na inflao, prevista ainda para este ano. Assim, o novo salrio mnimo deve ser de R$ 969 e no mais de R$ 979, como previsto, mas ainda poder sofrer mais reajustes at o fim do ano. Qual a sua opinio sobre os novos valores?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017