JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 20 de julho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SAÚDE

Não abandone a piscina no inverno: a natação ajuda a manter a saúde

Exercitar-se na piscina traz mais benefícios que você imagina, mesmo durante esse período

24/06/2019 - 10:18:01. Última atualização: 24/06/2019 - 10:24:33.

Divulgação


Professora Karine Fernanda da Silva da Academia La Vitta explica que é um erro os pais tirarem os filhos da escola de natação no inverno

O inverno começou nesta sexta-feira (21) e termina no dia 23 de setembro e, com ele, chegam o frio, o desânimo, a friagem e a preguiça. Nesta época, os pais tiram os filhos das aulas de natação, os idosos não participam dos exercícios com medo de adoecer e os adultos, de maneira geral, nem querem saber de piscina. Esta situação ocorre porque a maioria das pessoas não tem conhecimento que praticar a natação no inverno traz os mesmos benefícios para a saúde que no verão e que também existem procedimentos para que as pessoas não fiquem expostas às doenças próprias dessa estação.

“A prática da natação durante o inverno tem os mesmos benefícios que as aulas de verão e hoje temos procedimentos para que as pessoas não fiquem expostas às doenças do inverno, tais como piscina aquecida, ambiente fechado e algumas precauções ao terminar as aulas”, diz a professora Karine Fernanda da Silva, da Academia La Vitta, que fica na avenida Jesuíno Felicíssimo, 719, bairro Boa Vista.

Segundo Karine, quem pensa assim comete um erro enorme porque o aluno tem de manter a regularidade dos treinos durante qualquer época do ano, mesmo no inverno. “A natação é um dos esportes mais completos que temos e os exercícios dentro da piscina são uma forma divertida, saudável e muito gostosa de ganhar saúde, além de transmitir uma sensação de prazer e bem-estar”, disse a professora. Ela explica ainda que quando o aluno interrompe os treinamentos, todos os resultados que ele conquistou até então, ficarão comprometidos pela inércia no inverno.

Problemas respiratórios. Karine da Silva esclarece que as aulas de natação são ideais para aquelas pessoas que possuem problemas respiratórios, principalmente em épocas mais frias. “Existem estudos comprovados na prática que os exercícios constantes dentro da piscina não curam os problemas respiratórios, mas minimizam os sintomas e diminuem os intervalos entre as crises”, adverte. Karine diz ainda que durante o inverno, o ar fica mais seco e dificulta a respiração. “Você pode notar que os problemas de asma e bronquite se agravam e as crises são mais frequentes no inverno.” Ainda segundo a profissional, a natação melhora crises respiratórias porque trabalha os grupos musculares usados na respiração através de movimentos necessários para a execução dos nados, além de a umidade do ambiente facilitar o processo respiratório nesse período. “Estes exercícios coordenados são ótimos para o aparelho respiratório, melhorando o retorno venoso, importante para evitar resfriados, bronquite e asma”, explicou.

Controle de peso. Para a especialista em atividades aquáticas, os exercícios dentro da piscina têm outros benefícios importantes como: controle de peso, melhora do condicionamento físico, estimula a circulação sanguínea, alivia dores nas costas, reduz o risco de diabetes, melhora o colesterol e a qualidade do sono, auxilia no tratamento do estresse e depressão além de minimizar problemas articulares como tendinite, artrite e artrose. “Por isso, as pessoas não devem abandonar a piscina durante o inverno, pois é justamente nesta época que todos nós comemos mais e reduzimos a prática de atividade física”, adverte.

Fortalecimento dos músculos. Outra boa revelação dita pela professora Karine é que os exercícios dentro da água ajudam a perder gordura. “A natação ajuda e muito, o fortalecimento dos músculos do abdome, pernas, panturrilhas, costas, peitorais e braços”. Karine explica também que, pelo fato de a água ser 12 vezes mais densa do que o ar, o praticante tem maior dificuldade de locomoção no meio líquido devido à resistência causada pela água. “Isso melhora a capacidade de realização dos esforços que requerem maior força muscular, além de melhorar também a condição postural”, disse. “Por isso que, quem pratica natação, evita e diminui as dores nas costas”, arrematou a professora.

Choque térmico. Para a instrutora da Academia La Vitta, temos que ter muito cuidado com o choque térmico no inverno, principalmente com os idosos, crianças e bebês. “O primeiro cuidado é não se agasalhar muito pesado ao chegar no local. Vista-se com roupas normais e vá até a piscina com roupão e toalhas. Aos poucos seu corpo vai se acostumando com a temperatura ambiente e na hora de entrar na piscina você não sofrerá muito”, disse a professora. Ela explica ainda que também é muito importante se agasalhar ao sair da água. “Após sair da piscina troque imediatamente de roupas, não fique com nada molhado e se vista com roupas quentinhas antes de voltar para casa”, ponderou.

Vitamina C. É sempre bom reforçar o sistema imunológico incluindo no cardápio vitamina C, através de frutas e verduras ricas em vitaminas. Para Karine, seguindo todas as orientações do profissional não tem por que não se exercitar na água. “Não fuja da piscina no inverno, torne-se um aliado dela e mantenha sua saúde”, finalizou a professora.
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia