JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de julho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SAÚDE

Álcool aumenta risco de câncer de mama, segundo pesquisa

A pesquisa foi realizada com 205 mulheres que estavam sendo submetidas a exames de câncer de mama ou procuravam tratamento para a doença

24/06/2019 - 00:00:00.

Um estudo realizado pela Universidade de Southampton, no Reino Unido, publicado no periódico médico BMJ Journal mostrou que consumo de bebidas alcoólicas, mas que as mulheres não têm consciência disso. O estudo ressalta que fatores de risco potencialmente modificáveis respondem por aproximadamente 23% dos cânceres de mama, sendo a obesidade e o álcool os dois maiores.

A pesquisa foi realizada com 205 mulheres que estavam sendo submetidas a exames de câncer de mama ou procuravam tratamento para a doença em um hospital do Reino Unido. Elas foram entrevistadas sobre seus conhecimentos sobre fatores de risco para o câncer de mama.
Cerca de metade das entrevistadas sabia que fumar era um fator de risco e 30% reconheciam a obesidade como outro fator. Mas apenas 20% sabia que o consumo de álcool também aumentava a chance do desenvolvimento da doença.

Já entre 33 funcionários do hospital consultados quase metade (49%) tinham esse conhecimento.

Estima-se que o álcool seja responsável por cerca de 5% a 11% de todos os casos de câncer de mama, com risco maior em consumidores de grande quantidade de bebidas alcoólicas.

Um estudo recente afirmou que beber uma garrafa de vinho por semana é o equivalente a fumar 10 cigarros pelo mesmo período, para mulheres, em termos de risco geral de câncer, segundo o site científico Live Science.

Ao serem questionadas sobre a importância de receber informações sobre prevenção de câncer de mama, 30% disseram que isso contribuiria para ir a consultas e 70% que não faria diferença.

*Com informações do R7
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia