Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
SADE
Tamanho do texto: A A A A
Letcia Morais - 11/06/2016

Uma nica doao de sangue pode salvar at quatro vidas

Compartilhar:

Foto/Jairo Chagas

 

Na doação de sangue podem ser coletados 410 ml ou 450 ml de volume, sendo que uma doação salva até quatro vidas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) preconiza que o percentual de doadores fique entre 5% e 6%. No entanto, em Minas Gerais e em Uberaba, estima-se que o número não ultrapasse 2%, segundo o coordenador do Hemocentro de Uberaba, Paulo Roberto Juliano Martins. “Por isso, a gente sempre precisa conclamar a população para ajudar”, afirmou. 

De acordo com a Fundação Hemominas, na doação de sangue podem ser coletados 410 ml ou 450 ml de volume, sendo que uma doação salva até quatro vidas. Em 14 de junho é celebrado o Dia Mundial do Doador de Sangue. Por isso, Paulo Roberto destaca a importância do doador que, em muitos casos, pode ser a última alternativa para salvar uma vida. “Os doadores de Uberaba e de todo o Triângulo-Sul, que engloba os municípios de Campos Altos até Conceição das Alagoas, são muito solidários. Às vezes, saímos daqui para fazer coleta externa”, explica.

Mesmo assim, o coordenador do Hemocentro afirma que em algumas épocas, como vésperas de feriado e períodos mais frios, os estoques tendem a abaixar porque as pessoas deixam de doar. “Agora, por exemplo, estamos com um estoque razoável, mas isso não me deixa tranquilo, porque amanhã pode faltar sangue. Para ficar doente não existe dia nem hora”, pondera.

Doadores fidelizados.
Paulo Roberto Martins salienta, ainda, que, se houvesse um ranking nacional, Uberaba estaria entre os primeiros lugares em termos de doadores fidelizados. “São aqueles que voltam a doar após o intervalo. O homem pode doar no período de dois em dois meses e a mulher, de três em três meses”, alerta.






EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Concluso das obras do sistema BRT Sudeste/Sudoeste foi novamente adiada e, segundo previso da administrao, ser em junho. Na sua opinio, o sistema funcionar ainda este ano?






JM FORUM
Anvisa liberou recentemente o registro e a comercializao do primeiro medicamento com princpios ativos derivados da maconha. Qual sua opinio sobre o uso da droga em tratamentos de doenas psiquitricas ou neurodegenerativas?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017