Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
SADE
Tamanho do texto: A A A A
Thassiana Macedo - 14/02/2016

Tratamento de prematuros requer cuidados especiais

Compartilhar:

Levantamento do Ministério da Saúde revela que 9,2% dos nascimentos registrados no Brasil são de bebês prematuros, com menos de 37 semanas de gestação.
De acordo com a chefe da UTI Neonatal e Pediátrica do Hospital de Clínicas da UFTM, Eliene Machado de Freitas Félix, prematuros precisam receber cuidados especiais. “Os nascidos entre 34 e 36 semanas podem ser direcionados para ganho de peso, com o estímulo da amamentação do neonato e tratamento de doenças que não demandam cuidados intensivos, como a icterícia, que é tratada com ‘banho de luz’. Antes da alta, a mãe é treinada a administrar cuidados, como a troca de fraldas e o banho”, frisa.
Os casos direcionados para a UTI Neonatal são aqueles considerados de maior complexidade, ou seja, quando o bebê possui menos de 1,5 quilo ou idade gestacional inferior a 34 semanas, anóxia, infecções graves, malformações, entre outras ocorrências que configurem risco de morte. O setor possui 20 leitos, sendo 16 credenciados para neonatos e quatro para cuidados pediátricos, e recebe, por ano, 330 pacientes oriundos dos 27 municípios da região Triângulo Sul. Cerca de 240 desses pacientes são recém-nascidos, sendo 70% deles prematuros.






Boulevard Mall Edson Prata - novo
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Durante o inverno, normalmente as aes de combate ao Aedes aegypti perdem fora. Voc continua fazendo a sua parte?







JM FORUM
Durante o inverno, normalmente as aes de combate ao Aedes aegypti perdem fora. Voc continua fazendo a sua parte?Uberaba est de volta ao Mapa de Turismo de Minas Gerais. Na sua opinio, a conquista trar benefcios ao municpio?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017