JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 13 de novembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SAÚDE

Cresce procura por alimentação natural e produtos terapêuticos

Cada vez mais pessoas procuram ter uma vida saudável por meio da alimentação baseada no consumo de produtos naturais

- Por Thassiana Macedo Última atualização: 14/02/2016 - 18:41:46.


A empresária Úrsula Campos alerta que, para obter bons resultados, é importante procurar um nutricionista

Cada vez mais pessoas procuram ter uma vida saudável por meio da alimentação baseada no consumo de produtos naturais. Para a empresária Úrsula Campos, o produto natural preserva proteínas, minerais e vitaminas, mesmo depois de embalados e colocados em uma prateleira. Ela alerta, porém, que é importante ler os rótulos e as letras menores. “O falso natural é o alimento que parece ser saudável, mas recebeu açúcar e sal refinado, realçador de sabor, gordura hidrogenada, corantes artificiais, aromas e outros conservantes, mesmo quando se trata de fruta, castanha ou suco. Assim, ele não é natural e muito menos saudável”, explica.
Quanto mais saudável for o alimento, maior o controle de peso, taxas de glicose, pressão arterial, do nível de antioxidantes e de colesterol, bem como mais disposição física. “Chás curam ou previnem insônia, gordura abdominal, retenção de líquido, dores de cabeça e alergias”, frisa Úrsula. Ela destaca que, para isso, é bom contar com a ajuda de um nutricionista.
Úrsula ressalta que os alimentos naturais não devem ter conservantes químicos, como nitratos e sulfitos, mas existem os conservantes naturais, como sal integral, óleo e vinagre orgânico, os quais são gorduras saudáveis. Segundo ela, outra forma de conservação natural seria a desidratação, como no caso de chás, frutas secas e cogumelos. “Nunca é demais salientar a importância de cortar refrigerantes e gorduras hidrogenadas, reduzir o consumo de sal e açúcar refinado e fazer substituições benéficas para uma mudança de vida longa e saudável”, frisa.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia