Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
Gisele Barcelos - 11/01/2017

LIRAa mantm cidade em alerta quanto infestao do Aedes

Compartilhar:

Foto/Neto Talmeli


Resultado do LIRAa foi divulgado ontem pelo secretário de Saúde, Iraci Neto, acompanhado por diretores

Registrando 2,4% no índice de infestação do Aedes aegypti em janeiro, Uberaba permanece em estado de alerta quanto à proliferação do mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus. O Levantamento do Índice Rápido de Infestação do Aedes (LIRAa) aponta que calhas, lajes, ralos, sanitários em desuso, vasos de plantas e bebedouros de animais continuam sendo os principais criadouros do vetor.

O secretário municipal de Saúde, Iraci Neto, adianta que o Poder Público já se prepara para intensificar as ações de combate ao mosquito e também organiza capacitações da equipe para aprimorar a assistência aos pacientes nas unidades de saúde.

Além disso, Neto salienta que contato será feito com os proprietários de imóveis fechados para viabilizar a entrada dos agentes de zoonoses. Ele afirma que o primeiro passo será dialogar com os donos dos imóveis e terrenos que representem risco, porém reforça que a Prefeitura tem respaldo de legislação estadual para a entrada forçada e até mesmo para aplicar multas nos locais que oferecerem risco à Saúde Pública.

Por outro lado, o titular da pasta ressalta que somente as ações da Prefeitura não são suficientes para conter o mosquito. Ele pondera que os principais criadouros do mosquito ainda estão dentro das residências e cada cidadão precisa se responsabilizar pela limpeza do próprio imóvel. “É preciso uma participação ativa da comunidade”, destaca.

Em 2016, Uberaba totalizou 2.218 casos confirmados de dengue e 11 mortes. O número ultrapassou a quantidade registrada em 2015, que teve 1.293 diagnósticos positivos da doença e apenas cinco óbitos.

Leia mais:
De 14 regiões avaliadas apenas duas têm índice considerado satisfatório



OUTRAS NOTCIAS


Associao de Equoterapia busca apoio de vereadores para ficar na Univerde (28/03)
Projeto na CMU trata da relao entre municpio e sindicalistas (28/03)
Ameaa de sair da gesto das unidades deixa funcionrios da Pr-Sade inseguros (28/03)
Nova quarteirizada contrata mais mdicos e UPAs voltam a funcionar (28/03)
Secretria diz que categoria fecha portas para o dilogo (28/03)
1 dia de greve dos professores tem ato na porta da Prefeitura (28/03)
Parlamentares insistem que PMU quebre contrato com a Pr-Sade (27/03)
Prefeito Paulo Piau rene equipe em workshop para replanejar o governo (27/03)
Feriados antecipam reunies da Cmara em abril (27/03)
Sindicalistas recolhem mil assinaturas contra reforma da Previdncia (27/03)
Sindemu relata ameaas e greve pode ser esvaziada (27/03)
Cmara de Vereadores vira alvo de manifestao contra corrupo (27/03)
Nova edio do Parlamento Jovem ser lanada nesta segunda na Assembleia (26/03)
Presidente falar da sade financeira do Instituto na CMU dia 18 de abril (26/03)
Devedores da Prefeitura tero chance de parcelar dbitos em at 36 parcelas (26/03)
Cobrana do sindicato leva PMU a reduzir valor de dirias no Ipserv (26/03)
PMU renova comisso responsvel por fiscalizar trabalho da OS (26/03)
MP pede afastamento da Pr-Sade da gesto das unidades de sade (26/03)
Nomeada comisso tcnica para a abertura do Hospital Regional (26/03)
Legislativo promulga lei que cria dia contra trote a servios de emergncia (25/03)




EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

Uai Tracker animado
ENQUETE
A Operao Carne Fraca, deflagrada pela Polcia Federal, colocou em xeque a qualidade da carne comercializada no Brasil. O assunto preocupa voc?





JM FORUM
O mais recente LIRAa demonstrou que a infestao do mosquito Aedes aegypti cresceu este ano, na comparao com o mesmo perodo em 2016. Na sua opinio, o que preciso intensificar para reverter este quadro?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017