Publicidade
Rádio JM
Canais Facebook Twitter RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLÍTICA
Tamanho do texto: A A A A
23/08/2012

Pedido de voto irregular resulta em suspensão de programa de coligação

Compartilhar:

O programa eleitoral gratuito em cadeia de rádio e TV, cuja transmissão começou na terça-feira, dia 21 – mostrando os candidatos a vereador –, gerou a primeira representação judicial que culminou em liminar do juiz da 277ª ZE, Wagner Guerreiro, determinando a suspensão da propaganda de Denise Arlinda Borges (PV) e Vicente de Paulo (PRP). Ambos integram a coligação “Meu voto é sustentável” (PV, PDT, PRP e PHS), que reúne parte das siglas que apoiam Fahim Sawan (PSDB) para prefeito.

Segundo a representação de iniciativa da aliança proporcional “Uberaba no rumo certo” (PMDB, PP, PR, PCdoB e DEM), os postulantes à cadeira de vereador teriam usado do tempo que lhes é reservado no rádio e na TV para beneficiar a candidatura do tucano. Conforme teor do documento, então encaminhado à 347ª Zona Eleitoral – posteriormente distribuído à 277ª –, Denise e Vicente fizeram pedido explícito de voto para o candidato majoritário da coligação “O povo quer, o povo pode”, citando as frases "estou com Fahim" e "Para prefeito Fahim 45", totalizando um tempo de 18,7 segundos de propaganda.

A peça vem assinada pelo advogado Marcos Adad Jammal. Em seu despacho, Guerreiro destaca que, “de fato, a prova trazida, ao menos para este juízo provisório, denota manifestação verbal de candidatos à eleição proporcional, pedindo votos ao candidato da eleição majoritária Fahim Miguel Sawan”. Nesse sentido, o magistrado determinou a imediata suspensão da propaganda da coligação, ressalvando o caso daqueles que só fazem uso de imagens. O juiz determinou urgência na ciência aos réus e também à TV Bandeirantes, que gera a propaganda eleitoral local.



OUTRAS NOTÍCIAS


Quatro deputados com domicílio e 2 com base em Uberaba tomarão posse hoje (01/02)
Câmara Municipal retoma nesta 2ª o atendimento ao público externo (01/02)
Codau vai contratar empresa para solucionar os problemas de perdas (01/02)
Em comunicado ao prefeito, Ripposati agradece, mas recusa convite para a Seds (01/02)
Impacto do aumento do mínimo na folha da Prefeitura é de R$ 691,3 mil (01/02)
Arrecadação do município cresceu 11% em 2014 na comparação com 2013 (01/02)
Deputados com base eleitoral na cidade preferem Júlio Delgado para a Câmara (31/01)
Apoio do PSDB à “chapa oficial” na Assembleia dificulta intenção de Lerin (31/01)
Vale aprova projeto e obra da Claricinda é retomada na terça (31/01)
Movimento de vereadores que pede nova troca na Saúde é enfraquecido (31/01)
Prefeito quer anunciar reforma no 1º escalão antes do carnaval (31/01)
Petrobras descarta paralisação das obras da planta de amônia (31/01)
Solenidade marca início das operações do sistema BRT/Vetor (30/01)
Glauber Faquinelli fala sobre PPPs e implementação do novo Centro Administrativo (30/01)
“Bloco independente” é criado com 20 deputados e ainda pode lançar Lerin (30/01)
Secretaria de Educação deve entregar uniformes e materiais até o carnaval (30/01)
Piau retoma debate sobre o projeto do aeroporto de cargas (30/01)
Luiz Dutra volta a cobrar construção de novo Centro Administrativo da cidade (30/01)
Ângela Dib desconhece mudança na Seds e espera ficar o cargo (30/01)
Com perdas de até 50% na safra de grãos, Prefeitura decreta emergência (30/01)




Banner Giovanna Prata lateral superior
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

Banner blog mais bella
ENQUETE
Você acha que está correto o Carnaval de Marchinhas no Mercadão e bandas com shows no Ciclo Park, ao invés do Carnaval de rua com as Escolas de Samba de Uberaba?




JM FORUM
Diante da escassez de chuvas e do uso indiscriminado da água, o governador Fernando Pimentel declarou que Minas Gerais precisará recorrer ao racionamento. Você acredita que é esta a melhor saída para a crise hídrica enfrentada pelo país?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2015