Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
Gisele Barcelos - 20/04/2018

Piau contesta junto Mosaic a ida da gesto para Uberlndia

Compartilhar:

Jairo Chagas


Prefeito Paulo Piau chamou várias lideranças do município para manifestar a insatisfação da cidade com a medida anunciada pela multinacional

Após notícia de transferência de atividades administrativas da Mosaic para escritório em Uberlândia, o prefeito Paulo Piau (MDB) se reuniu com dirigentes da empresa em Uberaba para contestar a medida. A reunião contou ainda com a presença de diversas lideranças políticas e representantes de entidades de classe, que tentam reverter a implantação do Centro de Soluções Compartilhadas na cidade vizinha.

O chefe do Executivo argumentou que a transferência do escritório administrativo para Uberlândia é inaceitável. “Não vamos admitir que uma oportunidade desta não seja dada à nossa cidade. Se tem a fábrica aqui, e o negócio está aqui, por que não gerar estes empregos em nossa cidade?”, disse.

Além disso, Piau contestou a justificativa dada pela empresa sobre a cidade vizinha ter melhores condições quanto à mão de obra, infraestrutura e saúde. Segundo o prefeito, os representantes da empresa manifestaram que os dados foram fornecidos por consultoria, mas nenhuma informação foi coletada junto à Prefeitura. “Quem fez este levantamento não conhece os dados da cidade. Fazemos questão de mostrar e apresentar o perfil socioeconômico de Uberaba, que tem sido procurada por diversas empresas que querem se instalar aqui”, manifestou.

Questionado, o prefeito avaliou que não haveria prejuízo do ponto de vista de arrecadação se não for possível reverter a decisão de instalar o escritório em Uberlândia. Segundo ele, o faturamento da fábrica e a emissão de notas fiscais continuariam sendo por Uberaba e, com isso, o município não perderia em repasses do ICMS. Ainda assim, PP acredita que existe o risco de setores administrativos que hoje funcionam em Uberaba ser remanejados para a cidade vizinha. Além disso, ele ressalta que novos empregos seriam criados com o escritório, mas seriam levados para outro local. “Vamos até o fim! Não vamos aceitar a montagem de um projeto que não seja em Uberaba”, disse.

Presentes à reunião no Centro Administrativo, os representantes da Mosaic em Uberaba, Elias Lima, Paulo Eduardo Batista e Luiz Maurício Pereira, não concederam entrevista à imprensa. Eles justificaram que não poderiam se manifestar sobre o assunto por determinação da empresa e o posicionamento oficial seria mediante nota.

Conforme apurou a reportagem do Jornal da Manhã, na reunião reservada, os dirigentes da Mosaic declararam que os questionamentos e a demanda de Uberaba seriam levados à direção da empresa. Após o encontro, a direção nacional da Mosaic entrou em contato com o prefeito. Na conversa por telefone, foi assegurado que a posição de Uberaba está sendo levada em consideração e a empresa tem todo o interesse em uma solução para o impasse. Piau já tem uma reunião programada para a semana que vem em São Paulo com a diretoria da Mosaic para discutir a questão.

Localização de escritório facilita acesso às unidades, diz empresa

Em nota, a Mosaic manifestou ontem que a implantação do Centro de Soluções Compartilhadas em Uberlândia se trata de uma decisão estratégica da empresa para garantir fácil acesso às diversas unidades operacionais na região.

O texto reafirma que o escritório em Uberlândia está previsto para estar em pleno funcionamento no início de 2019. Entretanto, no posicionamento encaminhado à imprensa ontem, a Mosaic argumenta que o escritório corporativo da empresa é mantido em São Paulo e a proposta com o Centro de Soluções Compartilhadas seria migrar apenas alguns serviços de suporte de São Paulo para a nova estrutura em Uberlândia. A escolha do local, conforme a nota, seria “devido à equidistância da cidade para as principais unidades operacionais do Triângulo, onde fica a maior parte das suas operações”.

Apesar da transferência de serviços administrativos para Uberlândia, a empresa declarou que a sede produtiva continuará localizada em Uberaba. “Uberaba é e continuará sendo a maior unidade produtiva da Mosaic na América Latina, bem como plano de ação está sendo desenvolvido pela empresa para aumentar a produção e reforçar a competitividade desse complexo industrial”, continua a nota.

Leia mais: 
Lideranças tentam convencer empresa a instalar Centro de Soluções em Uberaba
No plenário, vereadores propõem movimento contra medida



OUTRAS NOTCIAS


Emisso de guias da Cosip para os donos de terrenos ainda no tem data (20/05)
A 10 dias do fim do prazo, apenas 5% entregaram o VAF (20/05)
Projeto que garante prioridade a idosos em processos segue para sano da PMU (20/05)
Duas operadoras so credenciadas para receber multas de trnsito (20/05)
Produtores rurais contestam a exigncia de vacinas e exames em gado dos leiles (19/05)
Ainda na UTI de hospital em So Paulo, Caio Narcio tem melhora (19/05)
Exigncias feitas pela Mosaic so entregues durante encontro (19/05)
Manifestando-se contra falta de discusso, sindicalistas questionam aumento no Ipserv (19/05)
Luiz Dutra empossado prefeito e mantm agenda de Paulo Piau (19/05)
Gol sinaliza com a possibilidade de retomar voos para So Paulo (19/05)
Defesa pede volta de benefcios previstos para Lula (19/05)
Dirceu ficar na Papuda at deciso final sobre cumprimento de pena (19/05)
Adutora do Codau atravessar a BR-050 (18/05)
Mudanas no Plano Plurianual de Ao Governamental passam pelo Legislativo (18/05)
CMU aprova contas do ltimo ano do governo do ex-prefeito Anderson (18/05)
Aps ser multada, empreiteira retoma obras da Interbairros (18/05)
Reviso do custeio do Ipserv vai elevar alquota de contribuio de 11% para 14% (18/05)
Justia Federal manda prender Jos Dirceu (18/05)
Acmulo de cargos de forma irregular ser tema de audincia pblica na ALMG (18/05)
Jos Dirceu se entrega e vai para a Penitenciria da Papuda (18/05)




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Aps publicao no Porta-Voz, obras da revitalizao do Calado devem sair do papel neste ms. A previso que sejam concludas em seis meses. Na sua opinio, a revitalizao fica pronta para impulsionar as compras de Natal?




JM FORUM
A partir desta tera-feira, dia 15 de maio, pr-candidatos de todo o pas podero iniciar suas campanhas de financiamento coletivo online, a vaquinha virtual. Voc acredita que a arrecadao ser suficiente para as campanhas?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018