Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
Gisele Barcelos - 07/03/2018

Piau no diz se mandar apurar a suspeita de crime ambiental

Compartilhar:

Jairo Chagas


Na segunda-feira (5) a polícia foi acionada por integrantes do Ministério Público, diante de intervenção considerada irregular em área de APP no DI-1

Após abertura de investigação contra a Prefeitura por suspeita de crime ambiental, o prefeito Paulo Piau (MDB) preferiu não se manifestar sobre medidas internas a serem adotadas para apurar os responsáveis pelo serviço realizado em Área de Preservação Permanente (APP) no Distrito Industrial 1.

A reportagem do Jornal da Manhã acionou a assessoria de imprensa para verificar se seria instaurado processo administrativo ou sindicância pelo prefeito para apurar quem autorizou o serviço realizado na APP. O departamento informou apenas que a administração municipal não responderia aos questionamentos sobre o caso.

Na segunda-feira (5), o Ministério Público recebeu denúncia anônima de suposto crime ambiental por aterro irregular em Área de Preservação Permanente, situada no cruzamento das avenidas João Veludo Primo e Francisco Podboy, no Distrito Industrial 1. A Polícia Ambiental foi acionada e compareceu ao local, onde foi encontrado trator-de-esteira pertencente à Prefeitura Municipal de Uberaba.

Conforme a denúncia encaminhada à Promotoria, a máquina estaria retirando a vegetação localizada a cerca de 20 metros de uma nascente d’água e empurrando entulhos para o manancial. Segundo o registro da PM, foi constatada uma intervenção de cerca de 900 metros quadrados de área.

Prefeitura justificou à polícia que o uso do trator-de-esteira seria para fazer um cordão de isolamento para a população não descartar mais entulho no local e manifestou que a limpeza seria executada posteriormente com a devida apresentação do projeto que determinaria as obras necessárias para a recuperação da área. O caso agora está em apuração pelo Ministério Público.

Leia mais: MP aguarda o registro de ocorrência para avaliar medida a ser adotada

Entenda o caso: Secretário é conduzido pela PM para esclarecer crime ambiental



OUTRAS NOTCIAS


Situao do setor sucroenergtico debatida em audincia na ALMG (19/06)
4 projetos do Executivo votados e aprovados na sesso da Cmara (19/06)
Chapa derrotada na UFTM questiona eleio na PF e no MP Federal (19/06)
Supam pode fechar as portas por atraso nos repasses do Estado (19/06)
Justia condena empresrios por desvios na reeleio de Azeredo (19/06)
Cosip vence nesta quarta-feira e Finanas diz que prazo no ser prorrogado (19/06)
Projeto que garante recursos para bloqueador de celular em presdios est na pauta da CCT (19/06)
MP do Ministrio da Segurana aprovada no Senado e vai sano (19/06)
Garotinho condenado a prestar servios comunidade (19/06)
STF julga hoje ao penal contra Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo (19/06)
Comisso analisa a regulao do setor de defensivos fitossanitrios nesta tera (19/06)
TJ reverte liminar do TCE que suspendeu operao financeira do governo de Minas (18/06)
Marcos Valrio e scios so condenados priso no mensalo tucano (18/06)
Temer participa da Cpula do Mercosul em Assuno (18/06)
Copa do Mundo altera rotina de comisses e de visitas no Congresso (18/06)
Cmara garante material de escritrio at o fim do ano (18/06)
Assembleia Legislativa derruba vetos do governador Fernando Pimentel (18/06)
Legislativo retoma sesses nesta segunda, com 7 projetos em pauta (18/06)
Cohagra aciona MP contra empresa por no cumprir contratos de construo de muros (17/06)
Estado faz esquema de conta-gotas para pagar funcionalismo (17/06)




EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Na sua opinio, como deveriam ficar os direitos polticos de parlamentares presos?





JM FORUM
A Lei Seca completou dez anos em junho. Na sua opinio, temos o que comemorar?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018