JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 26 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Reforma do aeroporto local está no pacote do governo para 2018

Ao todo, o governo federal prevê aplicar R$1,8 bilhão para finalizar este ano obras inacabadas que foram iniciadas em gestões passadas

- Por Gisele Barcelos Última atualização: 19/01/2018 - 09:03:33.

Aeroporto de Uberaba está no pacote do governo federal de obras inacabadas para serem retomadas e concluídas este ano. Lançado no fim do ano passado, o programa prevê a conclusão de mais de 7,4 mil obras em todas as regiões do país. Para o terminal de Uberaba, está previsto investimento de R$12,1 milhões.

A verba já foi liberada para a Infraero dar andamento ao projeto. Os recursos são destinados à recuperação do sistema de pistas do aeroporto local. De acordo com as informações do programa, a obra está em fase preparatória no momento e a previsão é concluir a reforma da pista até novembro deste ano.

A assessoria de imprensa da Infraero posicionou que o projeto de recuperação da pista do aeroporto está em fase de elaboração. Só depois será lançado o processo licitatório para contratar a empresa responsável pela execução do serviço. Por enquanto, ainda não cronograma para o início das obras.

Também está entre as obras selecionadas pelo programa federal o aeroporto de Uberlândia, onde será realizado recapeamento total do pavimento e correção parcial da geometria da pista de pousos e decolagens. O investimento R$10,5 milhões.

A previsão para conclusão da reforma, segundo informações contidas no site do programa federal, é para o próximo dia 31 de março, porém a obra ainda não começou e está em fase de licitação.

Após a homologação final do vencedor, há ainda um prazo mínimo de 120 dias para planejamento final antes do início das obras, pois a empresa deverá acertar com as companhias aéreas detalhes para a execução do serviço na pista e apresentar documentações junto ao órgão regulador.

Ao todo, o governo federal prevê aplicar R$1,8 bilhão para finalizar este ano obras inacabadas que foram iniciadas em gestões passadas. O montante engloba três aeroportos regionais, 375 creches e pré-escolas, 451 obras de saneamento, 297 assentamentos urbanos, entre outros.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia