JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 24 de setembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Comissão analisa ida de deputado para TCE, que abrirá vaga a Tony Carlos

A comissão especial terá, por parte do Bloco Minas Melhor, como membros efetivos os deputados André Quintão (PT) e João Magalhães (MDB), enquanto os deputados Cristiano Silveira (PT) e Tadeu Martins L

- Por Marconi Lima Última atualização: 12/07/2018 - 08:11:37.

Comissão especial que irá analisar a indicação do deputado Durval Ângelo (PT) para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG) foi designada em reunião na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Caso a indicação do deputado Durval Ângelo, feita pelo governador Fernando Pimentel (PT), seja avalizada, quem assume a vaga aberta na ALMG é o deputado suplente Tony Carlos (MDB), da coligação Minas para Todos, formada à época das eleições de 2014 por PT, Pros, MDB e PRB.

A comissão especial terá, por parte do Bloco Minas Melhor, como membros efetivos os deputados André Quintão (PT) e João Magalhães (MDB), enquanto os deputados Cristiano Silveira (PT) e Tadeu Martins Leite (MDB) são suplentes. Pelo Bloco Compromisso com Minas Gerais, os deputados Agostinho Patrus Filho (PV) e Dirceu Ribeiro (Pode) são efetivos, tendo como suplentes os deputados Hely Tarqüínio (PV) e Glaycon Franco (PV). Já pelo Bloco Verdade e Coerência foi designado como efetivo o deputado Tito Torres (PSDB) e, como suplente, o deputado João Leite (PSDB).

Líder do Governo na Assembleia, Durval Ângelo foi indicado para ocupar a vaga aberta com o falecimento da conselheira Adriene Andrade, em abril. A comissão especial realizará a arguição pública do deputado e emitirá parecer sobre a indicação, que seguirá para votação, em turno único, no plenário.

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia