JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 17 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

SSPMU quer reabrir negociação com PMU antes das eleições

Diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba (SSPMU) solicitou ao prefeito Paulo Piau (MDB) a retomada das negociações

- Por Marconi Lima Última atualização: 13/06/2018 - 07:38:28.

A diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba (SSPMU) solicitou ao prefeito Paulo Piau (MDB) a retomada das negociações em torno da pauta de reivindicações de 2018. Um ofício foi encaminhado ao Executivo há três meses e, segundo o SSPMU, ainda não houve resposta.

“Quando fechamos a discussão em torno do reajuste salarial dos servidores, acordamos com o prefeito de voltar à mesa de negociação para tratar do aumento no tíquete-alimentação. Mas até agora nada de nos chamarem. Está faltando consideração com a categoria”, disse o presidente do SSPMU, Luís Carlos dos Santos.

Santos ressalta que a pressa em se reunir com o governo tem motivo: em razão do ano eleitoral, o prazo final para reajuste no tíquete-alimentação expira dia 3 de julho. “Não podemos esperar até a data limite; temos que sentar o quanto antes com a administração, mas parece que estão querendo deixar o tempo passar”, observou.

O presidente do SSPMU revela que desde março a diretoria do sindicato solicita, via ofícios, o agendamento de uma reunião com o governo. Os documentos foram remetidos com cópia ao secretário de Administração, Rodrigo Vieira, que também não se manifesta sobre o assunto. O SSPMU pretende reiterar pedido de reajuste no tíquete-alimentação de R$500 para R$650, entre outras demandas da pauta.

Município deve se reunir com direção da entidade em julho, diz secretário

Representantes do Executivo devem se reunir com a direção do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba (SSPMU) em julho. Pelo menos foi o que informou o secretário de Administração, Rodrigo Vieira. O SSPMU reivindica reajuste no tíquete-alimentação de R$500 para R$650, entre outras demandas da pauta que foi entregue ao Executivo.

Vieira disse que houve negociação no início do ano, com avanço em muitas questões, inclusive com a aprovação do reajuste geral de 7,13% para o funcionalismo este ano. O secretário lembrou que durante as negociações, realizadas no início de 2018, ficou acertado que a Prefeitura faria uma avaliação da situação financeira do município e, a partir daí, seria feito um estudo sobre a viabilidade de atender outros pontos da pauta apresentada pelo SSPMU. “Tenho uma reunião agendada com a Secretaria de Finanças e também com os técnicos do Orçamento para fazermos esta avaliação da evolução das nossas receitas este ano. Depois desse encontro vamos apresentar os dados ao prefeito e, então, marcar uma reunião com a diretoria do sindicato dos servidores”, garantiu Vieira.

Durante as negociações, o SSPMU chegou a solicitar, entre o reajuste e mais o ganho real nos vencimentos, um percentual de 13%. O reajuste de 7,13% concedido pela Prefeitura, a partir de março deste ano, engloba 5,05% - correspondentes a 50% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado no período de setembro de 2015 a dezembro de 2016 - e mais 2,08% referentes ao INPC acumulado em 2017.

Divulgação/PMU


Secretário de Administração diz que vai se reunir com a área de finanças e orçamento para avaliar se é possível avançar na pauta da categoria

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia