Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
Gisele Barcelos - 12/01/2018

Prefeitura afirma ter nomeado mais que o dobro de vagas

Compartilhar:

Foto/Reprodução


Rodrigo Vieira afirma que as nomeações de efetivos superaram as de temporários

A Procuradoria-Geral do Município e a Secretaria de Administração avaliaram que não retrata a realidade o posicionamento do Ministério Público, que quarta-feira (10) afirmou que a Prefeitura descumpria ordem judicial com a finalidade de “proteger os apadrinhados em detrimento dos habilitados no concurso”. Conforme dados da Administração, das 1.209 vagas ofertadas no último concurso público, houve a nomeação de 2.356 cidadãos, ou seja, mais que o dobro das vagas disponíveis.

Vale esclarecer ainda que os nomeados pelo último concurso público suprimiram todos os contratados que exerciam funções de servidores. Destaca-se ainda que o próprio município criou novos cargos, que ainda estão vagos e que, conforme a necessidade, serão ocupados com concursados. Rodrigo Vieira, secretário de Administração, afirma que as nomeações de efetivos superaram as de temporários, que hoje somente são convocados para convênios e programas que são sazonais e não podem ser ocupados por efetivos, conforme é de conhecimento geral.

“Sem contar que temos os servidores efetivos que estão de licença médica, maternidade, por exemplo, e que têm direito a sua vaga. Que não pode ser ocupada por outro concursado, pois, quando do seu retorno, a Prefeitura tem que dispensar. Por isso a necessidade de ser temporário. Com os dados que temos em mãos, entendemos que houve um equívoco de avaliação do Ministério Público”, afirma.

O procurador-geral Paulo Salge esclarece também que todos os dados serão apresentados no decorrer do processo, mas lembra que o município fez um concurso histórico, para todos os cargos da administração, com quase 62 mil candidatos, sem que houvesse qualquer problema. É necessário lembrar que é obrigação do município nomear os aprovados, dentro no número de vagas do concurso, no prazo de vigência do mesmo.

“Fazemos um trabalho de compartilhamento com o Ministério Público. O promotor Davina, a quem reconheço como de extrema responsabilidade, digno, sensível e sensato, com todos os dados em mãos, irá rever esta injustiça que fez com a administração, pois não está valorizando as ações éticas, responsáveis e comprometidas do município, no sentido de regularizar a questão do funcionalismo municipal. Saliento também que não há apadrinhado, quando o contratado foi submetido a processo seletivo público simplificado. Por isso, acreditamos que este pronunciamento será revisto”, finalizou Salge.



OUTRAS NOTCIAS


Setor sucroenergtico deve investir na integrao da produo com a indstria (23/06)
Projeto sobre a produo de queijo em Minas recebe parecer favorvel (23/06)
Pr-candidatos do MDB devem apresentar alianas, diz manifesto (23/06)
Interesses regionais e questes partidrias criam dilema para Piau (23/06)
Eleio de outubro deve reeditar a unio dos Menudos dos anos 90 (23/06)
Fachin arquiva pedido de liberdade de Lula (23/06)
Governo do Estado quita com atraso a 1 parcela dos salrios dos servidores (22/06)
Cmara agiliza sesses para os vereadores irem solenidade (22/06)
Prefeito pede agilidade na liberao de recursos para obras paradas (22/06)
Meta zerar o dficit habitacional, diz Piau na entrega dos imveis (22/06)
Prefeitos no iniciam greve branca no 35 Congresso de Municpios (22/06)
Secretrio de ministrio diz que mais 700 mil casas sero erguidas (22/06)
Defesa de Lula busca concesso de priso domiciliar no STF (22/06)
Sem a presena de Pimentel, Congresso de Municpios ouve os pr-candidatos (21/06)
Vereadores votam hoje a transformao de ajuda de custo de secretrios em 13 (21/06)
Seis professores se inscrevem para integrar lista trplice na UFTM (21/06)
Cmara cobra acordo da Caixa com a Cemig para o recebimento das contas (21/06)
Rio de Janeiro entregue sem a presena do ministro (21/06)
STJ decide restringir foro privilegiado de governadores (21/06)
Lava Jato: 25 polticos j tiveram processos arquivados (21/06)




San Marco - 20jun
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Na sua opinio, como deveriam ficar os direitos polticos de parlamentares presos?





JM FORUM
A Lei Seca completou dez anos em junho. Na sua opinio, temos o que comemorar?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018