Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
Thassiana Macedo - 07/12/2017

Advogado refora pedido de apurao de denncia contra secretrio

Compartilhar:

O advogado Adriano Faria dos Santos Anjo protocolou novo documento no Ministério Público, que foi juntado à representação feita contra o secretário de Governo, Antônio Sebastião de Oliveira, o Toninho. No ofício, destinado à Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Uberaba, o advogado reitera os pedidos de apuração das denúncias que estão sendo anexadas, desde agosto deste ano, à acusação de que o secretário teria oferecido cargo a uma menor de idade em troca de favores sexuais. No entanto, o promotor João Vicente Davina entendeu que o advogado está fazendo uma espécie de aditamento à representação inicial, incluindo pedidos completamente novos ao caso com apuração em andamento, e sem procuração da menor.

Conforme o documento, o advogado reforça o pedido para que a Promotoria apure o grampeamento da linha telefônica da jovem, autora da representação contra o secretário, para descobrir se foi ato promovido por um hacker ou se é resultado do cumprimento de ordem judicial. Além disso, Santos Anjo reitera o pedido para que sejam investigadas as vantagens que estariam sendo destinadas ao empresário Sérgio Henrique Rocha, dono de empresa que supostamente presta serviços à Prefeitura e apontado como sobrinho de Antônio Sebastião, que já teria sido beneficiado por inúmeras licitações.

Adriano dos Santos Anjo pede ainda que o promotor apure denúncia de substituição da empresa que fornece medicamentos para a Prefeitura Municipal, bem como verifique a ligação comercial que existiria entre Edilberto de Sousa Duarte e Cícero Magno Resende Braga com Toninho, a partir de 2013, em razão de transações imobiliárias.

No ofício, o advogado cita ainda a juntada de documentos, em especial notícia da prisão do empresário Jorge Saquy Neto, em novembro deste ano, durante a operação Purgamentum, em Ribeirão Preto, por suspeita de fraude em licitações de coleta de lixo e limpeza urbana. Ele seria apontado como proprietário da Soma Ambiental, empresa que presta serviço de coleta de lixo em Uberaba. “Especula-se que o mesmo edital, que culminou com a sua prisão, seria usado na próxima licitação desta cidade com a formação de um consórcio de três empresas, com sedes nos municípios de Botucatu (SP), Campo Grande (MS) e Araxá (MG).



OUTRAS NOTCIAS


Vereador espera para maro reunio com Pimentel sobre preos dos combustveis (15/12)
Piau sai em defesa de Michel Temer ao reagir a vaias de pequeno grupo (15/12)
Legislativo liberou 13 salrio dos servidores nesta quinta-feira (15/12)
Baldy se esquiva de comentar sobre votao da reforma da Previdncia (15/12)
Lideranas pedem manuteno de verba para represa (15/12)
Restaurante Popular volta pauta da Cmara nesta sexta-feira (15/12)
Conjuntos carecem de recursos para construir escolas, creches e UBSs (15/12)
Ministro anuncia verba para creche no Isabel do Nascimento (15/12)
Temer recebe alta de hospital em So Paulo (15/12)
Acio afirma que concorrer ao governo de Minas ou ao Senado em 2018 (15/12)
Justia marca para 20 de fevereiro interrogatrio de Lula na Operao Zelotes (15/12)
Empresa assina protocolo de intenes para investir em nova unidade no DI-2 (14/12)
Prefeitura autorizada a conceder iseno fiscal a concessionrias (14/12)
Cmara aprova em 2 turno o aumento do nmero de vereadores (14/12)
Receita municipal em novembro 10,5% maior que a do mesmo ms de 2016 (14/12)
Ministro das Cidades entrega hoje unidades do Isabel do Nascimento (14/12)
Senado aprova securitizao das dvidas da Unio, medida que pode garantir 13 dos servidores mineiros (14/12)
Governo libera ICMS atrasado (13/12)
Fernando Pimentel acompanha votao de projeto para garantir recursos para 13 em MG (13/12)
Aposentados com benefcio acima de R$ 2,5 mil continuam sem receber (13/12)




EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Os vereadores aprovaram em segundo turno, por 13 votos a um, o aumento do nmero de cadeiras para a prxima legislao, em 2021. Voc concorda com a proposta?




JM FORUM
Empresas do transporte coletivo solicitam aumento de cerca de 10% no valor da passagem, que pode chegar a R$ 4,17 em 2018. Na sua opinio, o que poderia justificar este aumento?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017