JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 23 de maio de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

ISSQN derruba arrecadação da PMU no mês de março, com queda de 1,5%

Por outro lado, o balanço da Secretaria de Finanças mostra leve crescimento nos repasses estaduais e federais; FPM subiu de R$4,2 mi para R$5,09 mi

19/04/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 19/04/2019 - 08:53:08.

Foto/Arquivo


ICMS somou R$16,7 mi em março deste ano, enquanto o montante do mesmo intervalo em 2018 foi de R$15,8 milhões

Arrecadação da Prefeitura em março teve queda de 1,5%, no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Enquanto R$45,1 milhões entraram nos cofres municipais em março de 2018, R$44,4 milhões foram recolhidos no mesmo período este ano. 

De acordo com o secretário municipal de Finanças, Wellington Fontes, o resultado foi puxado para baixo principalmente pelo ISSQN. O tributo somou R$10,6 milhões para a Prefeitura em março de 2018, contra R$7,4 milhões no respectivo mês este ano.

Fontes explica que a diferença se deve a uma questão pontual. Ele lembra que no ano passado a Prefeitura recebeu um valor extra de ISSQN porque a Petrobras fez o ressarcimento das isenções concedidas durante a fase inicial de obras da fábrica de amônia em Uberaba.

Outras receitas que também registraram variação para baixo em março foram o IPTU e a taxa de coleta de lixo. No respectivo mês de 2018, R$2,6 milhões foram recolhidos do imposto e R$1,9 milhão da taxa. Já no mesmo período este ano os valores foram, respectivamente R$2 milhões e R$1,5 milhão.

Por outro lado, o balanço da Secretaria de Finanças mostra leve crescimento nos repasses estaduais e federais. O FPM subiu de R$4,2 milhões em março de 2018 para R$5,09 milhões no período este ano.

O IPVA saiu de R$5,5 milhões para R$6,5 milhões no intervalo analisado. O ICMS somou R$16,7 milhões em março deste ano, enquanto o montante do mesmo intervalo em 2018 foi de R$15,8 milhões. 

De acordo com o titular da pasta, nos últimos dois meses, os repasses estaduais referentes ao ICMS e o IPVA foram feitos de forma integral para a Prefeitura. “Esperamos que a situação continue regularizada para conseguirmos pagar sem atraso os fornecedores”, encerra.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia