JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 22 de abril de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Comerciantes do São Benedito e Abadia buscam apoio na CMU contra rotativo

Eles levaram aos vereadores dois abaixo-assinados, que juntos somam 4,2 mil assinaturas, segundo os comerciantes

12/02/2019 - 00:00:00. - Por Marconi Lima Última atualização: 12/02/2019 - 07:47:08.

Comerciantes da rua Prudente de Moraes, no bairro Abadia e do bairro São Benedito estiveram no plenário da Câmara Municipal de Uberaba (CMU) nesta segunda-feira (11), durante a primeira reunião ordinária do ano. Eles levaram aos vereadores dois abaixo-assinados, que juntos somam 4,2 mil assinaturas, segundo os comerciantes, fora a coleta de assinaturas eletrônica, que já teve adesão de cerca de 6 mil internautas. 

No documento, os comerciantes solicitam o fim do estacionamento rotativo em Uberaba. O empresário Rony Borges, que representava o grupo que foi ao Legislativo, disse que o modelo adotado para as vagas de veículos na área comercial de Uberaba demonstrou que não trouxe bons resultados para o comércio.

“Nós já tivemos demissões nos setores de panificação, têxtil e outros segmentos do comércio. Em média, após a instalação do estacionamento rotativo, nós já tivemos perdas de pelo menos 30% nas vendas. Esse percentual para quem é pequeno comerciante é muito grande. Esse modelo já deu mostras de que não funciona”, comentou Borges.

O estacionamento rotativo começou a funcionar com cobrança em Uberaba, no dia 7 de janeiro.

Outro comerciante, Lázaro Santos, disse que os comerciantes tradicionais da cidade estão sofrendo com medidas, como o estacionamento rotativo e o BRT. “É preciso olhar para esses comerciantes mais antigos, por que se esses estabelecimentos morrerem, onde serão gerados novos empregos”, questionou.

O prefeito Paulo Piau (MDB), que esteve ontem na Câmara, disse que o estacionamento rotativo foi implantado em várias cidades, e ainda, que muitos comerciantes em Uberaba têm dado retorno positivo.

“É justo que ocorra alguns questionamentos neste momento inicial de implantação. Mas, muitos comerciantes já me disseram que tiveram bom retorno dos clientes pela comodidade com que fazem suas compras agora”, frisou.  

O vereador Almir Silva (PR) fez questão de deixar claro que as mudanças partiram da Prefeitura e não da Câmara. Para o vereador Fernando Mendes, a intenção é de reforçar o time que luta em favor do comércio, para que os vereadores se unam contra atitudes que, na opinião dele, estão acabando com os comerciantes da cidade. O parlamentar disse que fala com conhecimento de causa, pois também possui comércio na região central, assim como no bairro São Benedito. Ele alega que o faturamento reduziu 30% após a implantação do estacionamento rotativo.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia