Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
09/02/2018

Lerin cobra que Estado acelere os repasses s unidades credenciadas ao Sistema nico

Compartilhar:


Lerin com o secretário de Estado da Saúde, em exercício, Nalton Sebastião Moreira

Em visita esta semana ao secretário de Estado da Saúde em exercício, Nalton Sebastião Moreira da Cruz, o deputado estadual Antônio Lerin colocou seu mandato à disposição para busca constante de alternativas que garantam a melhoria da Saúde no Estado. Contudo, o deputado falou sobre a necessidade de o governo acelerar o repasse aos hospitais credenciados ao SUS (Sistema Único de Saúde), bem como em relação ao Pro-hosp, que é um programa que tem recursos 100% provenientes dos cofres do Estado. “Fui dar as boas-vindas, mas é preciso que o secretário veja com carinho a situação de nossos hospitais. O repasse é fundamental para que as instituições realizem diversos procedimentos importantes, que hoje estão comprometidos”, afirma Lerin.

Como exemplo, o deputado citou o Hospital Regional de Uberaba, que hoje ainda não atende plenamente ao seu propósito, devido às dificuldades de custeio, que segundo o secretário de Saúde do município, Iraci Neto, estaria garantido apenas até abril. Segundo Lerin, o secretário de Estado Nalton Cruz mostrou-se solícito, e disse que o repasse do programa Pro-hosp, que está atrasado, deverá ser regularizado. Mas destacou que o Hospital Regional de Uberaba ainda tem pendências por meio do perfil hospitalar, de acordo com a deliberação publicada. Se isso for regularizado, o Estado publica a resolução e passa o recurso. O financiamento do hospital é tripartite, ou seja, União, Estado e municípios. No caso de Minas, os 25% que deverão ser repassados são recursos provenientes do Pro-hosp.

“Apesar de saber a grande engenharia econômica que a administração estadual está tentando realizar para dar conta das despesas e investimentos, é preciso eleger prioridades e eu pedi ao secretário que os repasses fossem agilizados junto aos municípios”, ressalta Lerin.  No caso do repasse da verba do SUS, é importante esclarecer que muitos municípios são de gestão plena, como é o caso de Uberaba, o que significa que os recursos da União vão direto, não passam pelo Estado. No caso dos que não são de gestão plena, os recursos chegam ao Estado e os valores que são prefixados, o repasse é feito num prazo de cinco dias para os hospitais. Já no caso dos pós-fixados, esse prazo dependerá da apuração de produção desses hospitais para que o Estado faça o repasse.

Prevenção. Lerin também mostrou sua preocupação com a questão da febre amarela e da dengue no Estado. Em Uberaba já há riscos de epidemia de dengue. De acordo com diretora de Informações em Saúde da SES-MG, Marcela Augusta Teixeira, o governo dará ajuda financeira até o limite de R$ 1.500.000,00 aos municípios para atender à população durante a Situação de Emergência em Saúde Pública, prevista no Decreto NE nº 31, de 25 de janeiro de 2018.

O extrapolamento de teto financeiro ocorre quando o município realiza mais procedimentos de Saúde do que foi pactuado para custeio mensal na Programação Pactuada Integrada (PPI). “A febre amarela é mais um obstáculo que temos que vencer e nossas comunidades precisam se unir e reagir contra a proliferação dos mosquitos. A higiene é nossa arma”, finaliza.


 



OUTRAS NOTCIAS


Projeto que cria proteo a agentes da segurana pblica passa por comisso (18/02)
Algar garante plano de expanso da banda larga em Uberaba (18/02)
PMU tenta mais uma vez viabilizar pagamento de multas com carto (18/02)
Situao de emergncia permite conserto de quadra para as aulas (18/02)
Refis para dvidas em fase de cobrana judicial oficializado (18/02)
Assembleia cria regras para criao de datas comemorativas em Minas Gerais (17/02)
Formatao de dobradinhas para as eleies 2018 pode juntar PR e MDB (17/02)
Sindicato discute pauta com os servidores da Cmara na tera (17/02)
Secretrio espera zerar dvidas de curto prazo at o fim deste ano (17/02)
Reteno de repasses do Estado prejudica arrecadao da PMU (17/02)
Sindemu questiona adiamento da volta s aulas de escola onde a quadra caiu (17/02)
Legislativo municipal retoma expediente administrativo; plenrias s no dia 21 (16/02)
Deputados mineiros tm R$ 36 mil de verba indenizatria a cada ms (16/02)
PMU apresenta contas de 2017 em audincia na Cmara dia 27 (16/02)
Prefeitura arrecada 40% do IPTU e a partir de agora desconto de 5% (16/02)
Ibama prorroga licenciamento do projeto do gasoduto de So Carlos a Uberaba (16/02)
Palcio do Planalto prepara criao do Ministrio de Segurana Pblica (16/02)
Ricardo Saud depe hoje Polcia Federal em Braslia (16/02)
General mineiro comandar interveno militar no Rio de Janeiro (16/02)
Escalonamento de salrios dos servidores mineiros pode acabar em abril (16/02)




San Marco - 9fev
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
RIVER AUTOPEAS
SINTONIZE

ENQUETE
Apesar de a PMU descartar surto de meningite na cidade, h aumento significativo no nmero de casos. A vacinao a forma mais eficaz de preveno. Voc est com a imunizao em dia?







JM FORUM
Aps pedidos de moradores e vereadores, o albergue municipal vai se mudar do Boa Vista para a av. Orlando R. Cunha. Na sua opinio, a mudana positiva?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018