Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
Gisele Barcelos - 11/01/2017

LIRAa mantm cidade em alerta quanto infestao do Aedes

Compartilhar:

Foto/Neto Talmeli


Resultado do LIRAa foi divulgado ontem pelo secretário de Saúde, Iraci Neto, acompanhado por diretores

Registrando 2,4% no índice de infestação do Aedes aegypti em janeiro, Uberaba permanece em estado de alerta quanto à proliferação do mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus. O Levantamento do Índice Rápido de Infestação do Aedes (LIRAa) aponta que calhas, lajes, ralos, sanitários em desuso, vasos de plantas e bebedouros de animais continuam sendo os principais criadouros do vetor.

O secretário municipal de Saúde, Iraci Neto, adianta que o Poder Público já se prepara para intensificar as ações de combate ao mosquito e também organiza capacitações da equipe para aprimorar a assistência aos pacientes nas unidades de saúde.

Além disso, Neto salienta que contato será feito com os proprietários de imóveis fechados para viabilizar a entrada dos agentes de zoonoses. Ele afirma que o primeiro passo será dialogar com os donos dos imóveis e terrenos que representem risco, porém reforça que a Prefeitura tem respaldo de legislação estadual para a entrada forçada e até mesmo para aplicar multas nos locais que oferecerem risco à Saúde Pública.

Por outro lado, o titular da pasta ressalta que somente as ações da Prefeitura não são suficientes para conter o mosquito. Ele pondera que os principais criadouros do mosquito ainda estão dentro das residências e cada cidadão precisa se responsabilizar pela limpeza do próprio imóvel. “É preciso uma participação ativa da comunidade”, destaca.

Em 2016, Uberaba totalizou 2.218 casos confirmados de dengue e 11 mortes. O número ultrapassou a quantidade registrada em 2015, que teve 1.293 diagnósticos positivos da doença e apenas cinco óbitos.

Leia mais:
De 14 regiões avaliadas apenas duas têm índice considerado satisfatório



OUTRAS NOTCIAS


Contas do primeiro ano de governo de Pimentel vo para anlise da Assembleia (17/10)
Passe escolar com desconto para cursos profissionalizantes barrado (17/10)
Executivo encaminha projeto de protocolo e CMU mantm veto (17/10)
Participantes de audincia cobram mais alternativas para abastecer a cidade (17/10)
PMU lamenta uso do Poder Judicirio e fala em condenao prvia (17/10)
Ao popular pede o afastamento do secretrio de Governo do cargo (17/10)
Justia confirma a inconstitucionalidade da Lei que autorizava a terceirizao da sade (16/10)
MPF pede afastamento cautelar do ministro da Sade devido disputa da Hemobrs (16/10)
Irmos Wesley e Joesley Batista viram rus por manipulao de mercado (16/10)
Aciu participa da feira e oferecer suporte e servios aos associados (16/10)
ExpoCigra ter Startup Talks com talkshow e palestra de Fbio Veras (16/10)
Denise cobra cumprimento de lei que prev plstica para mulheres vtimas de violncia (16/10)
Cmara aprecia veto ao projeto que prev protocolo para vagas em Cemeis (16/10)
Codau realiza audincia pblica para discutir projeto de represa (16/10)
Tribunal de Contas da Unio intima prefeituras a entregarem informaes (15/10)
Para secretrio, ainda cedo para comemorar resultados do VAF (15/10)
Tribunal Superior Eleitoral distribuir aos partidos recursos do Fundo Eleitoral (15/10)
Com reforma poltica, Caio Narcio e MM tero de reduzir campanhas (15/10)
Licitao do georreferenciamento ser retomada somente em 2018 (15/10)
49% dos eleitores j fizeram cadastramento biomtrico (14/10)




EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Petrobras divulgou recentemente novos aumentos para o gs e tambm para os combustveis. Porm, o que se viu na prtica foram aumentos muito superiores s alquotas divulgadas pela estatal, deixando o consumidor preocupado. Na sua opinio, quem deve fiscalizar esses aumentos?








JM FORUM
Vereadores encaminharam ofcio ao governo estadual requerendo a instalao de mais cmeras do Olho Vivo nas imediaes da praa Frei Eugnio, no centro, e na avenida Ablio Borges de Arajo, na Abadia. Voc acredita que esses so pontos onde, de fato, h necessidade de instalao de monitoramento?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017