Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
Gisele Barcelos - 11/01/2017

LIRAa mantm cidade em alerta quanto infestao do Aedes

Compartilhar:

Foto/Neto Talmeli


Resultado do LIRAa foi divulgado ontem pelo secretário de Saúde, Iraci Neto, acompanhado por diretores

Registrando 2,4% no índice de infestação do Aedes aegypti em janeiro, Uberaba permanece em estado de alerta quanto à proliferação do mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus. O Levantamento do Índice Rápido de Infestação do Aedes (LIRAa) aponta que calhas, lajes, ralos, sanitários em desuso, vasos de plantas e bebedouros de animais continuam sendo os principais criadouros do vetor.

O secretário municipal de Saúde, Iraci Neto, adianta que o Poder Público já se prepara para intensificar as ações de combate ao mosquito e também organiza capacitações da equipe para aprimorar a assistência aos pacientes nas unidades de saúde.

Além disso, Neto salienta que contato será feito com os proprietários de imóveis fechados para viabilizar a entrada dos agentes de zoonoses. Ele afirma que o primeiro passo será dialogar com os donos dos imóveis e terrenos que representem risco, porém reforça que a Prefeitura tem respaldo de legislação estadual para a entrada forçada e até mesmo para aplicar multas nos locais que oferecerem risco à Saúde Pública.

Por outro lado, o titular da pasta ressalta que somente as ações da Prefeitura não são suficientes para conter o mosquito. Ele pondera que os principais criadouros do mosquito ainda estão dentro das residências e cada cidadão precisa se responsabilizar pela limpeza do próprio imóvel. “É preciso uma participação ativa da comunidade”, destaca.

Em 2016, Uberaba totalizou 2.218 casos confirmados de dengue e 11 mortes. O número ultrapassou a quantidade registrada em 2015, que teve 1.293 diagnósticos positivos da doença e apenas cinco óbitos.

Leia mais:
De 14 regiões avaliadas apenas duas têm índice considerado satisfatório



OUTRAS NOTCIAS


Legislativo aprova permuta de rea da Prefeitura com incorporadora (23/03)
Professores comunicam oficialmente PMU o incio de greve na segunda-feira (23/03)
Comisso de Investigao da CMU h 2 anos sugeria a resciso (23/03)
Certificao cassada fortalece ideia de fim de contrato com Pr-Sade (23/03)
Ex-prefeito de Belo Horizonte acompanha reunio de gestores da regio nesta manh (23/03)
Cmara aprova projeto que libera terceirizao de atividades nas empresas (23/03)
Chamada para dar explicaes, Pr-Sade no comparece a Plenrio (23/03)
Vereador pede confiana do prefeito para romper contrato com organizao social (22/03)
Sem negociao, mdicos mantm a greve e UPAs s atendem emergncia (22/03)
Em meio a denncias, diretor da Pr-Sade chamado a ir Cmara (22/03)
Governo do Estado anuncia calendrio de pagamento parcelado dos servidores (22/03)
Professores do municpio aprovam em assembleia greve a partir de 2 (22/03)
Sidemu protocola comunicado de greve na Prefeitura (22/03)
Temer retira servidores estaduais e municipais da reforma da Previdncia (22/03)
Novos postos de vacinao (22/03)
Bancada do PMDB na Assembleia de MG se manifesta contra reforma da Previdncia (21/03)
Incra faz atualizao cadastral dos assentamentos do Tringulo Mineiro (21/03)
Infestao do Aedes aegypti cresce e cidade continua em alerta (21/03)
Projeto muda regra de pagamento do ITBI para garantir maior arrecadao (21/03)
Sem reajuste, professores avaliam hoje possibilidade de greve (21/03)




EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

Uai Tracker animado
ENQUETE
A Operao Carne Fraca, deflagrada pela Polcia Federal, colocou em xeque a qualidade da carne comercializada no Brasil. O assunto preocupa voc?





JM FORUM
O mais recente LIRAa demonstrou que a infestao do mosquito Aedes aegypti cresceu este ano, na comparao com o mesmo perodo em 2016. Na sua opinio, o que preciso intensificar para reverter este quadro?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017