Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLCIA
Tamanho do texto: A A A A
Renato Manfrim - 17/01/2018

PF apreende equipamentos hospitalares em Uberaba

Compartilhar:

Foto/Divulgação PF


Aparelho médico-hospitalar apreendido ontem em Uberaba dentro da operação Zona Cinzenta, que acontece no país

Polícia Federal cumpriu ontem em Uberaba e Araxá dois mandados de busca e apreensão durante a operação Zona Cinzenta. Segundo o delegado-chefe da PF em Uberaba, Marcelo Xavier, a operação, que acontece simultaneamente em todo o país, tem o objetivo de combater a importação irregular de equipamentos médico-hospitalares que foram revendidos ou recolhidos por empresas terceirizadas que prestam serviços para hospitais e clínicas. Por questões estratégicas, o delegado não revelou quais foram os endereços das apreensões em Uberaba e Araxá e quais equipamentos.

Já foram cumpridos 61 mandados de busca e apreensão em 47 cidades de 18 estados do país, além do Distrito Federal. Ao todo, 244 policiais participam do cumprimento das medidas, de acordo com a PF. Estima-se que apenas em tributos diretos a sonegação pode chegar a R$20 milhões. A operação Zona Cinzenta busca identificar a organização criminosa que usa a Aduana de Controle Integrado (ACI) de Dionísio Cerqueira (SC) para o contrabando dos equipamentos médicos.

A operação acontece em apoio à Delegacia da Polícia Federal de Dionísio Cerqueira e é a segunda fase da operação Equipos, que se iniciou a partir da apreensão de carga de equipamentos médicos na ACI, em outubro de 2013. Na ocasião foram apreendidos tomógrafos, mamógrafos e outros equipamentos de alto valor comercial, em uma carga avaliada em aproximadamente R$3 milhões, sendo R$2 milhões os tributos sonegados. Conforme as informações, na documentação constavam descrição genérica da mercadoria e valor declarado de US$180 mil, ou seja, apenas 10% do valor real.

De acordo com a PF, a pessoa jurídica que emite as notas fiscais fraudulentas de faturamento dos equipamentos para os compradores brasileiros foi encontrada. Depois disso, as pessoas físicas e jurídicas que compraram equipamentos, entre 2011 e 2015, foram identificadas. Os mandados buscam a materialidade das provas. Ainda segundo a PF, um servidor da Receita Federal lotado em Dionísio Cerqueira é suspeito de receber dinheiro pela facilitação da quadrilha. Apesar de identificado, não há mandado de prisão ou condução contra ele.






San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018