JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 17 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Jovem fica ferida ao capotar carro quando usava celular

Bombeiros e socorristas da MGO tiveram trabalho para o resgate da vítima em virtude da posição do veículo dentro do rio

Última atualização: 10/02/2018 - 07:28:33.

Foto/Jairo Chagas


Bombeiros e socorristas da MGO tiveram trabalho para o resgate da vítima em virtude da posição do veículo dentro do rio

Acidente aconteceu na BR-050, na pista sentido Uberlândia/Uberaba e o veículo foi parar dentro do rio Laranjeiras, de onde a universitária foi resgatada 
Uso do celular enquanto dirigia pode ter sido a causa de acidente que deixou ferida estudante universitária, de 24 anos, que perdeu controle do seu veículo EcoSport preto, capotou e caiu dentro do rio Laranjeiras, à margem do quilômetro 156 da BR-050, sentido Uberlândia/Uberaba.

Ela, que estuda em Ituiutaba (MG) e tinha como destino a sua cidade natal, São José do Rio Pardo (SP), sofreu, segundo informações, escoriações generalizadas pelo corpo e se queixava de dor na coluna no momento que era resgatada pelas equipes do Corpo de Bombeiros e da concessionária MGO Rodovias, compostas por aproximadamente 10 militares e socorristas. Eles levaram cerca de 40 minutos para retirar a vítima do veículo. A mesma foi encaminhada consciente e orientada pela unidade de resgate da MGO para hospital particular.

Quando perdeu o controle do seu veículo, a vítima saiu da pista e capotou ao descer barranco de cerca de 60 metros e cair no rio. Após o acidente, o lado da porta do passageiro ficou para cima.

De acordo com o tenente Edson, do 8º BBM (Batalhão de Bombeiros Militar) felizmente o rosto da vítima estava para fora da água e isso proporcionou estabilidade à sua condição de saúde. “Mas como parte do seu corpo estava na água quando chegamos ela perdia temperatura. Então, nossa preocupação era retirá-la da água antes que ela entrasse em hipotermia”, contou. 

Ainda segundo relato do tenente Edson, a vítima teve sorte porque o corpo não estava preso. “Mas a dificuldade ao retirarmos a jovem é que tivemos que mexer o mínimo possível em sua coluna. E com as técnicas e paciência conseguimos realizar o resgate, através da porta do passageiro que estava para cima”. 

 “A vítima admitiu que estava ao celular; que por conta de um problema de família pegou o aparelho para falar com sua mãe. Não comentou se foi através de algum aplicativo ou através de ligação telefônica. Então, fica o alerta para as pessoas que quando estiverem dirigindo não usem o celular”, ressaltou o tenente Edson, do 8º BBM.

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia