JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 27 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Denúncias de falsos crimes à PM crescem em Uberaba

Segundo informações da assessoria de imprensa da 5ª RPM, enquanto em 2016 foram registradas 15 ocorrências com 16 pessoas presas, no ano passado estes números saltaram para 25

- Por Renato Manfrim Última atualização: 20/01/2018 - 10:18:34.

 Arquivo


Casas lotéricas foram alvo de trote, do dia de ontem, com informação sobre assalto

Os registros de boletins de ocorrência na Polícia Militar com relação a falsos crimes têm aumentado na cidade de Uberaba. Segundo informações da assessoria de imprensa da 5ª RPM (Região de Polícia Militar), enquanto em 2016 foram registradas 15 ocorrências com 16 pessoas presas, no ano passado estes números saltaram para 25 ocorrências com 28 detidos.

O tenente Alaor, da Polícia Militar, destaca que a pessoa que denunciar um falso crime responderá ao artigo 340 do Código Penal (CP), que diz que provocar a ação de autoridade, comunicando-lhe a ocorrência de crime ou de contravenção que sabe não se ter verificado, pode sofrer pena de detenção de um a seis meses ou multa. “O principal problema nestes crimes é com relação à telefone celular e que ocorre com maior frequência. Isto porque quando este aparelho é furtado ou extraviado, o seguro não cobre. O seguro só é pago em casos de roubo. Então, a pessoa faz a ocorrência dizendo que o aparelho foi roubado para ser ressarcida pelo seguro. Acontece também com relação a seguro de carros”, informou o tenente da PM.

Na manhã do sábado passado (13), homem foi detido pela Polícia Militar ao comunicar falso roubo de seu veículo Astra. Ele, que havia vendido o seu carro e mentiu para receber seguro particular, assumiu a responsabilidade de comparecer ao Juizado Especial Criminal, assinando o termo de compromisso de ir à audiência preliminar, sendo por isso liberado em seguida. Além deste caso, algumas outras falsas denúncias de roubos de celulares já aconteceram este ano em Uberaba.

Além dos registros de falsos crimes através de pessoas que se identificam, o tenente Alaor comentou sobre o aumento também das falsas comunicações de delitos através do 190, popularmente conhecido como trotes. “Isso causa um prejuízo extremamente grande tanto para a PM quanto para a população. Neste momento, uma pessoa pode estar precisando da PM e se ligar no 190, este telefone vai estar ocupado. Além disso, tem o prejuízo de se empenhar um recurso para determinado local e, ao chegar, se constata a falsa denúncia”, afirmou.

Trote. Ontem, homem passou trote em várias casas lotéricas de Uberaba e, se identificado, pode responder ao artigo 340 do CP. Segundo informações, ele ligou em praticamente todas as casas lotéricas, afirmando que os locais seriam assaltados por homens fortemente armados. O Copom (Central de Operações da Polícia Militar) recebeu várias ligações de funcionários, preocupados com as ameaças. Viaturas da PM se mobilizaram e patrulharam o entorno de algumas casas lotéricas. O setor de inteligência da PM e Polícia Civil investigam este crime.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia