JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 22 de abril de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Pela primeira vez em seis anos, cai número de roubos em Minas Gerais

Pela primeira vez em seis anos, estatísticas apontam queda no número de roubos no Estado de Minas e em Belo Horizonte

- Por Letícia Morais Última atualização: 25/05/2017 - 21:51:40.

Pela primeira vez em seis anos, estatísticas apontam queda no número de roubos no Estado de Minas Gerais e em Belo Horizonte. Comparando o período de janeiro a abril de 2016 com 2017, a redução é de 4,6% no Estado e de 13,8% na capital. Os dados são do governo de Minas. Também apresentaram queda expressiva os crimes contra o patrimônio, como furto e extorsão mediante sequestro. O destaque é para a diminuição de quase 47% de extorsão mediante sequestro no Estado no período janeiro a abril deste ano.

A reversão nos índices de roubo em Minas começou a acontecer em fevereiro de 2016, com a diminuição dos números e, na avaliação do governo, foi modificada neste ano. Ponderando a mudança alcançada na comparação dos roubos de abril do ano passado com esse ano, de 15,7%, o governo argumenta ser este o melhor percentual dos últimos 64 meses.

Dos 12 crimes violentos acompanhados mensalmente pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), por meio do Observatório de Segurança Pública Cidadã, há redução em 11 deles no Estado. Entre eles, estão o homicídio consumado e tentado, lesão corporal, sequestro e cárcere privado. Os índices de estupro de vulnerável tentado caíram 16,39%. Em contrapartida, os crimes de estupro consumado de vulnerável apresentaram aumento de 14,36% no período, subindo de 780 em 2016, para 892 em 2017.

Conforme análise do governo mineiro, a redução nos índices é resultado do trabalho do estado nos últimos meses, bem como da priorização das ações de segurança pública. “São mais de 2.800 novos policiais militares nas ruas nos últimos meses, para atendimento ao cidadão, e mais mil novos investigadores da Polícia Civil”, diz trecho da nota enviada à imprensa.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia