JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 17 de julho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Penitenciária de Uberaba está entre as unidades prisionais que receberão investimento em saúde

Governo estadual libera mais de R$ 14,5 milhões para unidades de saúde do sistema prisional

10/07/2019 - 00:00:00.

Nesta terça-feira (9), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) e a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) assinaram um termo que direcionará 14.857.663,18 milhões para unidades de saúde do sistema prisional mineiro. O Termo é o de Descentralização de Crédito Orçamentário (TDCO) para a promoção da atenção à saúde no sistema prisional. A penitenciária de Uberaba está entre as unidades contempladas pela medida.

O recurso será utilizado para custear ações que promovam melhorias na prestação de serviços básicos de saúde de 22 unidades prisionais habilitadas no Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES). O objetivo é contribuir para o controle e redução dos agravos mais frequentes que acometem a população carcerária.

As principais ações serão por meio da reforma e equipagem das unidades prisionais, com foco na estruturação de serviços ambulatoriais que atendam às necessidades de atenção no nível básico e componentes das urgências e emergências em saúde, de acordo com as especificidades do Sistema Penitenciário Nacional.

O secretário de Estado da Sejusp, general Mario Lucio de Araujo, reforça a importância da parceria. “Esses recursos, oriundos da União e disponibilizados pela Secretaria da Saúde, serão aplicados na melhoria de instalações de saúde do sistema prisional. Nosso objetivo é atender melhor a população carcerária, que exige e necessita de atendimento especializado de saúde”, frisa.

O subsecretário de Inovação e Logística em Saúde, Rafael Maia, também destaca a relevância da aplicação financeira dentro do sistema prisional. “Esse é um recurso que já estava há bastante tempo na secretaria, para ser destinado à Atenção Primária dos presos. Porém, não havia sido definida, até então, uma aplicação adequada. Eu tive a oportunidade de conhecer mais de 30 presídios e sei da importância da saúde dentro deles”, observa Nogueira.

De acordo com o subsecretário, “a população carcerária, a partir do momento que não tem um tratamento adequado dentro dos presídios, acaba tendo que ser transferida para hospitais, gerando uma demanda diferenciada para essas instituições. Por isso, é fundamental termos esse investimento de uma forma correta, para que essas pessoas sejam tratadas de forma adequada e a saúde pública como um todo também possa ser beneficiada”, afirma Maia.

Ao todo, 22 unidades prisionais administradas pela Sejusp serão beneficiadas. Confira quais são: 

Municípios

Estabelecimentos

Barbacena

Hospital Psiquiátrico e Judiciário Jorge Vaz

Belo Horizonte

Centro de Remanejamento do Sist. Prisional - Gameleira

Belo Horizonte

Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto

Contagem

Complexo Penitenciário  Nelson Hungria

Ribeirão das Neves

Centro de Apoio Médico e Pericial

Ribeirão das Neves

Penitenciária Jose Maria Alkimin

Ribeirão das Neves

Presídio Antônio Dutra Ladeira

Ribeirão das Neves

Presídio Inspetor José Martinho Drumond

São Joaquim de
Bicas

Penitenciária Prof. Jason Soares Albergaria

Ipaba

Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho

Divinópolis

Presídio Floramar

Pará de Minas

Complexo Penitenciário Doutor Pio Canedo

Juiz de Fora

Hospital Toxicômanos Pe. Wilson Vale da Costa

Juiz de Fora

Penitenciária José Edson Cavalieri

Francisco Sá

Penitenciária de Francisco Sá

Montes Claros

Presídio Regional de Montes Claros

Patos de Minas

Presídio Sebastião Satiro

Muriaé

Penitenciária Doutor Manoel Martins Lisboa Junior

Uberaba

Penitenciária Prof. Aluizio Ignácio de Oliveira

Araguari

Presídio de Araguari

Unaí

Penitenciária Agostinho de Oliveira Junior

Três Corações

Penitenciária de Três Corações

 

 

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia