Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ESPORTE
Tamanho do texto: A A A A
21/06/2018

Flamengo tenta recuperar Henrique Dourado durante pausa da Copa

Compartilhar:

O Flamengo tem como desafio aproveitar a pausa no Campeonato Brasileiro para recuperar Henrique Dourado durante a Copa do Mundo.
Com dez gols, o Ceifador é o artilheiro do time na temporada ao lado de Vinicius Júnior. O centroavante, no entanto, apresentou considerável queda de rendimento recente e balançou as redes apenas uma vez nas últimas 11 partidas.

Trazer Dourado de volta se torna ainda mais importante em razão da venda de Felipe Vizeu para a Udinese, da Itália, e da indefinição sobre o peruano Paolo Guerrero. O contrato do camisa 9 termina em 10 de agosto, mas a situação relacionada ao caso de doping gera desconforto e impasse sobre sua continuidade.

O fato é que o Flamengo irá ao mercado para reforçar o setor. Sem Vinicius Júnior, que se apresentará ao Real Madrid, da Espanha, o clube precisa de peças de reposição no lado do ataque e também na função de centroavante, ainda que tenha o jovem promissor Lincoln no elenco. Só que as ações são independentes. É denominador comum que Henrique Dourado precisa voltar a ser uma opção viável.

No time rubro-negro, o camisa 19 segue imbatível nas cobranças de pênaltis, mas sofre no combate contra os zagueiros e para balançar as redes com a bola rolando. A característica recente de jogo do Flamengo, que se acostumou ao pivô realizado por Guerrero, não encaixou com o Ceifador.

O momento é ruim. Foram nove jogos de jejum até o gol de pênalti na vitória sobre o Fluminense por 2 a 0. A queda de rendimento causou até a perda da titularidade no empate por 1 a 1 com o Palmeiras no Allianz Parque. Mesmo se despedindo do clube, Felipe Vizeu foi o titular em São Paulo.
Dourado só apareceu ao receber o cartão vermelho no banco de reservas. Ele foi um dos seis expulsos na confusão que tomou conta do fim do jogo no Allianz Parque. O técnico Maurício Barbieri, inclusive, explicou o papo que teve com o atacante ao comunicar a saída da equipe titular.

"Conversei com o Henrique sobre isso. É claro que nenhum jogador gosta de ficar de fora, mas ele é um cara experiente e de grupo. Não gostou, mas entendeu a decisão", afirmou.

Henrique Dourado reconhece que precisa reencontrar a melhor fase. Artilheiro do Brasil em 2017 com 32 gols, o jogador passa longe do desempenho alcançado no Fluminense na temporada em questão. A expectativa é a de que tudo se encaixará, mas agora resta apenas um semestre para que 2018 também seja marcante na carreira do Ceifador.

"Tenho a confiança dos meus companheiros e sei que a cobrança existe. É importante buscar uma melhora. O atleta precisa estar com o lado psicológico muito bom. Sou o primeiro a me cobrar e tenho a certeza de que no momento certo as coisas acontecerão", disse. 






San Marco - 13jul
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc acredita que o problema de emisso de Carteiras de Trabalho ser resolvido com o apoio do Sine Municipal, que passar a emitir o documento possivelmente ainda neste ano?




JM FORUM
Diante do crescente nmero de moradores de rua e com o fechamento do albergue municipal, a Seds lana nova etapa de poltica de resgate. Na sua opinio, como a situao de rua pode ser revertida em Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018