JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 15 de novembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Paulinho Le Petit deixa o Naça, mas reforços continuam chegando no JK

O meia Paulinho Le Petit não irá mais disputar o Mineiro Módulo II pelo Naça. O atleta de 24 anos chegou a Uberaba na quarta-feira e este foi seu único dia de treinamento no Alvinegro

- Por Gleudo Fonseca Última atualização: 11/01/2014 - 00:40:21.

O meia Paulinho Le Petit não irá mais disputar o Campeonato Mineiro Módulo II pelo Naça. O atleta de 24 anos chegou a Uberaba na quarta-feira e este foi seu único dia de treinamento no Alvinegro. O jogador recebeu uma proposta de um time da Costa Rica e já retornou para São Carlos, sua cidade natal, e deve embarcar para o país da América Central nos próximos dias.
 
Paulinho saiu sem conceder entrevista. Agora, o Nacional passa a contar com apenas três meias no elenco, são eles os jovens Marcinho e Pablo, além do experiente Rafinha. A diretoria está trabalhando para encontrar outro jogador para a posição.
 
Reforços. Três novos jogadores desembarcaram no estádio JK ontem. Chegaram os atacantes, Daniel, de 18 anos, que era das categorias de base do Montes Claros; Oliveira, que tem 20 e disputou o último Campeonato Mineiro de Juniores pelo Uberaba Sport e também o volante Delsinho, que jogou o Amadorão pela Merceana.
 
Delsinho tem 33 anos, começou a carreira nas categorias de base do USC, depois se transferiu para o Goiás e na sequência foi para Portugal, onde atuou por vários clubes, durante 11 temporadas. 
 
O jogador espera conseguir o melhor condicionamento físico em breve. "Estava treinando sozinho à espera de uma oportunidade e ela apareceu agora. Tenho certeza de que dentro desse período de treinamento, junto à sequência de jogos tudo vai correr bem aqui no Nacional", disse Delsinho.
 
O volante ainda falou sobre a necessidade de se cuidar, ainda mais com 33 anos. “A hora de parar depende muito de cada atleta, do comprometimento e da responsabilidade que ele tem. O futebol atual não dá mais espaço para o jogador que não se cuida porque o tempo não perdoa”, completou Delsinho. 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia