JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 26 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Fla espera arrecadar R$ 1 milhão para investir em esportes olímpicos

Ação do clube ajudou a formar jogadores como João Vitor, pivô que hoje atua no elenco profissional da equipe

Última atualização: 31/12/2017 - 20:16:09.

 

O Flamengo deve fechar 2017 com o aporte de mais R$ 1 milhão aos esportes olímpicos para a próxima temporada. Os Rubro-Negros tiveram a oportunidade de contribuir com o programa Anjo da Guarda, que destina parte do Imposto de Renda devido ao desporto da Gávea.

Na quinta edição da ação, 650 atletas das categorias de serão beneficiados, no total de oito modalidades, entre elas o basquete, a ginástica e o remo. Como forma de incentivar o torcedor a contribuir, neste ano o Flamengo inovou e presenteou os doadores com convites ao camarote do Maracanã na semifinal e na final da Copa Sul-Americana.

“O projeto Anjo da Guarda é uma excelente oportunidade que nós torcedores temos para aportar recursos no nosso esporte olímpico, usando parte do que seria pago ao Imposto de Renda. Cada um de nós pode destinar até 6% do nosso imposto devido aos vários esportes olímpicos praticados pelo Flamengo”, disse Bandeira de Mello, presidente do Flamengo.

A ação do clube ajudou a formar jogadores como João Vitor, pivô que hoje atua no elenco profissional da equipe. O dinheiro arrecadado fomenta o esporte de base com o pagamento de bolsas, remuneração de profissionais, viagens para competições, taxas de inscrição e federativas, além de outros custos do esporte olímpico do Flamengo.

“O torcedor não gasta nada. Os recursos que iriam para o Leão passam a ir para o Urubu. Eu contribuo com o Anjo da Guarda desde sua criação em 2013 e muito me orgulho disso”, cita o presidente Bandeira de Mello.

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia