Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
Tamanho do texto: A A A A
16/07/2010

Caixa Econmica admite regulamentar bolo de apostas

Compartilhar:

Caixa Econômica Federal estuda regulamentar aposta coletiva e criar modelo de bolão. A legalização dos bolões passou a ser discutida depois que 40 apostadores gaúchos ganharam, mas não levaram um prêmio de R$ 53 milhões, em fevereiro deste ano. Desde então, os bolões foram proibidos.

A proposta da Caixa é que cada participante do bolão tenha o seu recibo. Uma pessoa coleta o dinheiro de um grupo e abre o bolão na lotérica, indicando quanto cada um pagou. A lotérica deve fornecer os recibos - impressos pelo computador - para cada um dos jogadores com a fração do possível prêmio, de acordo com a quantidade paga por apostador. Consequentemente, com este comprovante será possível também que cada um retire o porcentual do seu prêmio no banco. Donos de casas lotéricas também poderão abrir o bolão.
 
O gerente regional da Caixa Econômica Federal, Ubiratan Lima, lembra que apesar da proposta de regulamentar o bolão, as apostas coletivas continuam proibidas. “Enquanto isso, continua valendo a orientação da Caixa aos apostadores de que o único documento que dá o direito de receber o prêmio é o recibo do terminal financeiro”, esclarece Ubiratan. O mais provável é que a CEF passe a permitir o bolão na Mega-Sena da virada, no final do ano. O sistema será avaliado pelo Ministério da Fazenda.





EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Publicado decreto de n 1.083/2017, que tem durao de 30 dias, que vai multar quem desperdiar gua em Uberaba. Voc concorda com a medida?




JM FORUM
Operao do Comando de Operaes Especiais do Sistema Prisional (Cope) na penitenciria Professor Aluzio Igncio de Oliveira visa coibir atuao do PCC na unidade. Na sua opinio, a atuao se faz necessria e eficaz?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017