Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Cludia Feres - 04/01/2016

Tem coisa pior

Compartilhar:

 


Quantas vezes diante de clamores – nossos e dos outros – ouvimos alguém, que não escutou o que estávamos dizendo, dizer: ‘tem coisa pior’. A fome, a violência, a doença, o desrespeito, a falta de esperança, o desencanto (...)... listaria, infinitamente, a subjetividade das ‘coisas piores’, das piores coisas que poderiam nos acontecer que não sejam os nossos enfrentamentos. Usarmos os problemas dos outros como parâmetros para entendermos que os nossos não são tão difíceis assim é uma forma de nos suavizarmos. Mas os nossos são também importantes. No momento que vivemos as dificuldades, elas parecem ser as maiores, as mais complicadas, as irresolvíveis. Estas três palavras juntas – ‘tem coisa pior’ do que o seu problema –, acarreta o poder de apunhalar quando o outro as diz como forma de compensar o inconsolável. De forma inexorável não passamos pelos dissídios. Sentimos dor diante do sofrimento para aprendermos com ele.

Penso que a sabedoria está em sofrer pelos motivos certos. Quem não sofre, quando há razões para isso, está doente. Se um golpe duro da vida nos atinge e os olhos não choram e a alma não fica triste, é porque algo está errado com a gente. Sofrer pelas razões certas significa que estamos em contato com a realidade, que o corpo e alma sentem as tristezas das perdas e que existe em nós a capacidade de amar. A paciência em ouvir as lamentações do outro, ficando ali, às vezes até sem palavras, é uma forma de não precisar dizer, pelo menos naquele momento, ‘tem coisa pior’. E assim esses enfrentamentos difíceis vão um dia passar.

Cláudia Feres
Professora Universitária

 




San Marco - 20jun
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Na sua opinio, como deveriam ficar os direitos polticos de parlamentares presos?





JM FORUM
A Lei Seca completou dez anos em junho. Na sua opinio, temos o que comemorar?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018