Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Dom Paulo Mendes Peixoto - 26/07/2014

Investir em valores

Compartilhar:

O iter da história, nos últimos tempos, tem perdido muitos valores que são fundamentais para uma vida que dá autenticidade para a sociedade. Quem mais tem sofrido com isto é a família, porque vem perdendo sua identidade, sua prática comunitária, a hierarquia dos valores e o respeito entre as pessoas. A causa está focada no individualismo vigente, dificultando uma relação de maior fraternidade.

Na Palavra de Deus encontramos a cena do Rei Salomão, que, em vez de pedir ao Senhor riqueza, pede sabedoria, um dom que o ajudasse a distinguir o bem do mal e assim poder orientar melhor o seu povo (I Rs 3, 9). Isto significa ter visão administrativa e cuidado em relação aos governados, agindo com responsabilidade.

Mesmo convivendo com uma sociedade chamada de moderna, no auge da ciência e da tecnologia, lidamos com coisas “novas e velhas”. A novidade está patente e muito vislumbrada pelos nossos olhos. As coisas velhas fazem parte da tradição, que foram valores no passado e ajudam na formação do perfil da nova cultura.

É preciso investir em “coisas” que realmente são valores para dar fecundidade e sentido duradouro à vida. Valores passageiros corroboram com a frustração, o vazio e a desmotivação para uma vida sadia. Talvez esteja aí a causa de tanto estresse nas pessoas, culminado com doenças psicológicas e até suicídio.

Investir no bem supõe ter a sabedoria que Salomão pediu. Com isto ele conseguiu ter juízos sábios, reconhecendo valores de sustentação para a vida do povo. Levou em conta a justiça, a bondade e lutou para eliminar as falsidades que enfeitam a vida do povo, mas não lhe proporcionam felicidade duradoura.

Em meio a valores de hoje, constatamos muitas coisas que não prestam e são riquezas imediatas. Importa saber fazer triagem, ficando com o que ajuda na estabilidade da vida. Não é fácil renunciar o que está na moda, porque significa ir contra o mercado da sociedade de consumo. Importa investir numa sociedade que encarne melhor a justiça do Reino querido por Deus.

(*) Arcebispo de Uberaba




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Aps publicao no Porta-Voz, obras da revitalizao do Calado devem sair do papel neste ms. A previso que sejam concludas em seis meses. Na sua opinio, a revitalizao fica pronta para impulsionar as compras de Natal?




JM FORUM
A partir desta tera-feira, dia 15 de maio, pr-candidatos de todo o pas podero iniciar suas campanhas de financiamento coletivo online, a vaquinha virtual. Voc acredita que a arrecadao ser suficiente para as campanhas?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018