Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Dom Paulo Mendes Peixoto - 05/04/2014

Vida nova

Compartilhar:

 Em tudo aquilo que conduz para a real liberdade das pessoas e à plenitude da dignidade humana, dizemos que aí está acontecendo a conquista de vida nova. O “novo” se refere à plenitude da vida, que não depende de idade, de condição social ou econômica. Depende da pessoa, criada como imagem e semelhança do Criador.


Para o cristão, a vida nova está centrada na fé em Jesus Cristo ressuscitado, que é sempre uma novidade, suscitando e animando a pessoa para enfrentar as dificuldades que a acompanha. É importante a consciência de que, na fé, a vida supera a morte, porque ela é dom de Deus, que não quer a morte do pecador, mas que ele viva. 

Neste período quaresmal, preparamo-nos para a Páscoa, quando o Espírito do Senhor nos faz novas criaturas, porque: transforma, reanima, fortalece, ressuscita etc. Deve ser o surgimento de novos tempos, quando a vida toma formas mais autênticas e reconquista sua grandeza diante de Deus e da sociedade. Isto significa ser ressuscitado.

Muitos de nossos atos nos impedem de ser felizes, que é uma aberração diante do projeto do Reino de Deus. Fomos todos criados
para a felicidade. Por isto a vida tem que ser sempre nova, deixando para trás os vícios, as maldades, os relacionamentos sem responsabilidade, os desentendimentos etc.

É fundamental nosso comportamento diante das pessoas e da sociedade, deixando transparecer vida nova e ressuscitada, sinal da novidade dos que fazem o caminho do ressuscitado, de Jesus Cristo. Isto é também revelador de quem dá sentido para a vida e a reconhece como valor e presente em todas as pessoas.

Quem tem vida nova é capaz de superar o medo, a acomodação, o egoísmo, a tristeza, e consegue sair das amarras dos sistemas
que oprimem e matam. É feliz porque consegue ter liberdade autêntica. Não é possível viver na liberdade e na escravidão ao mesmo tempo. Aí está o lema da Campanha da fraternidade deste ano: “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1).



San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018