Publicidade
Rádio JM
Canais Facebook Twitter RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Mário Salvador - 19/05/2009

Missa de Sétimo Dia

Compartilhar:

Quem ama ler jornal acaba criando uma técnica própria de leitura, que funciona quase como um ritual. Estou entre esses aficionados. Minha leitura começa pelos Convites de Missa. Sei que esse fato pode parecer chocante, mas tenho minhas razões.

Logo que iniciei minhas atividades no Jornal da Manhã, então Correio Católico, recebi no escritório a visita de um dileto amigo, viajante comercial. Após os cumprimentos, insistiu em me perguntar se eu estava bem. Queria, explicou-me depois, ficar ciente do meu estado de saúde, pois iria mostrar-me algo que fora publicado num jornal em São José do Rio Preto.

Garanti-lhe que estava bem de saúde, sem problemas. Então, ele tirou do bolso uma página do jornal com o Convite de Missa de Sétimo Dia pelo Falecimento de... Mário Salvador.

Conversamos muito sobre a coincidência dos nomes. E quantos homônimos há por aí! E quantas histórias podem ser contadas a respeito! Como aquele era um tempo em que ainda não havia internet e as notícias circulavam mais lentamente, quando ele se despediu de mim, levou a página do jornal para, brincou ele, pregar peça nos conhecidos.

Se esse fato já me pareceu curioso, mais interessante foi o que se deu com outro conhecido meu, que morava em São Paulo. Ele assistiu à Missa de Sétimo Dia dele mesmo. Na verdade, na igreja, alguns dias antes, ele pediu que fosse celebrada uma Missa em Ação de Graças pela Formatura no Curso Superior. Na pressa, o secretário anotou na agenda da igreja o nome do meu amigo formando e não colocou nenhuma observação junto ao nome dele.

Coincidentemente, na mesma missa, o padre rezava na intenção de uma senhora muito querida na paróquia, que falecera havia sete dias. Tendo ela prestado grandes serviços à paróquia, o padre fez-lhe uma homenagem. Depois disso, como havia outro nome na agenda, não seria de boa índole que não se dissesse nada a respeito desse outro defunto. Então, também o formando, tido como morto, recebeu algum elogio bem geral e uma bênção especial. E não é que a vida profissional do meu amigo se tornou bastante promissora?

 

(*) Membro da Academia de Letras do Triângulo Mineiro
mariosalvador@terra.com.br




Lateral superir Giovanna
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
JM Magazine 46

Banner blog mais bella
ENQUETE
Aciu e Prefeitura defendem a reurbanização da rua Artur Machado, padronizando a fachada das lojas e estendendo o calçadão até a Av. Presidente Vargas. Você aprova essa medida?




JM FORUM
Você é a favor da implantação da mão única na Av. Fidélis Reis, porque?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2014
CMIDIA