Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Dom Paulo Mendes Peixoto - 26/10/2013

Sentido do suborno

Compartilhar:

Não fazer acepção de pessoas é uma importante virtude, valorizando cada uma naquilo que lhe é próprio. Nesta dimensão, não cabem as atitudes de suborno, que não passam de uma prática desonesta e de injustiça. O suborno exalta a mentira e prejudica os indefesos e pobres, porque são “passados para trás” com o uso da esperteza.

Certas formas de agir podem ser um tipo de subornar a Deus. É o caso de sacrifícios perversos, oferecendo a Ele o fruto da exploração. Mas Deus não se deixa comprar por coisas materiais, escusas, e nem precisa delas. Podemos sensibilizar, sim, a Deus com um coração contrito e humilde, porque Ele atende justos e oprimidos.

Ser justo é ser amigo de Deus. Significa um coração que não é orgulhoso e nem despreza os outros. Na visão bíblica, “quem se enaltece será humilhado; quem se humilha será enaltecido” (Lc 18, 14). Há o perigo da autossuficiência que esconde culpabilidade, chegando a ofuscar a opressão e a exploração na sociedade atual.

Existem muitas trapaças financeiras com grande força de envolvimento. Alguém chega a dizer “graças a Deus que sou autêntico”, não passando de simples hipocrisia para ser visto com bons olhos pelos outros. É uma prática que pode ser detectada com facilidade tanto entre os ricos como também entre os pobres.

A humildade e o suborno são incompatíveis. Quem é humilde consegue reconhecer suas fraquezas e pecados. É capaz de pedir perdão, não importando o tamanho de seu erro, mas sim o nível de amizade com Deus. Quem pensa apenas em si mesmo e usa de más atitudes na convivência não é capaz de ser amigo de Deus.

Quem suborna age com a intenção de desviar o outro de seu correto caminho. É comprar ilegalmente a pessoa com a intenção de ter benefícios pessoais. Isto pode acontecer no nível econômico, político, social, Religioso etc. Podemos até dizer que suborno não é diferente de corrupção, porque ambos têm a mesma finalidade de prejudicar a pessoa alheia em proveito próprio.

 

(*) Arcebispo de Uberaba




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018