Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Dom Paulo Mendes Peixoto - 03/08/2013

Ser capaz de repartir

Compartilhar:

A vida não consiste em abundância de bens, mas na capacidade de repartir até a pobreza que a pessoa tem. É preciso ter cuidado com a ganância, que impede o bom uso dos bens da terra. Há o perigo da pessoa se identificar com o enunciado popular, que diz: “Ele é tão pobre que só tem dinheiro e bens materiais”. Não tem felicidade sustentável.

Conforme as palavras do papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude, não podemos viver na insensatez e na incapacidade de partilhar as riquezas com os irmãos. A vida é passageira. Para quem ficará o que é acumulado?  Na visão da Sagrada Escritura, todo aquele que busca o Reino de Deus, tudo mais lhe será dado por acréscimo (cf. Lc 12, 22-31).

Vivemos uma transitoriedade das coisas e isto deve levar-nos a um desprendimento como caminho que nos leva a Deus. Só assim podemos experimentar o amor e a alegria verdadeiros, que só é sensível na intimidade com o Senhor. Isto proporciona vida nova, fazendo-nos testemunhar a comunhão solidária, superando desigualdades.

A ilusão das riquezas impede a percepção do Reino de Deus. Ficamos perdidos na cultura do consumo, dificultando a esperança e, com isto, incentivando o egoísmo. O caminho é fazer opção de vida por aquilo que ocasiona segurança, por coisas do alto com a consciência da objetividade sobre o que é mais importante.

O papa Francisco falou muito de solidariedade, da acolhida e do voluntariado. Na JMJ Rio 2013 isto foi profundamente vivenciado. Aproximados 60 mil jovens se colocaram a serviço do megaevento, repartindo com a juventude seu dinamismo e capacidade de doação, revelando espírito e prática de vida cristã.

Mais de três milhões de jovens ocuparam a praia de Copacabana no Rio de Janeiro, sendo um dos maiores eventos no mundo. Na oportunidade, o papa cobrou posturas mais coerentes da Igreja no seu papel de evangelizar e de levar a sociedade para uma vida mais feliz e comprometida com a partilha e com o bem de todos.

 

(*) Arcebispo de Uberaba




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018