JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 17 de novembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Como reagir às más notícias

A vida é uma caixinha de surpresas

- Por Eliana Barbosa Última atualização: 28/06/2013 - 20:28:59.

A vida é uma caixinha de surpresas – muitas delas maravilhosas, e outras, chocantes e tristes. É importante ser otimista em pensamentos, palavras e atos, mas jamais deixe de ser realista. É preciso amadurecer nas emoções e estar preparado para os naturais obstáculos da existência.

Como reagir, então, ao receber uma notícia dramática?

• Equilíbrio é a postura mais sábia para você lidar com as adversidades.

• Diante da morte de um ente querido, serenidade! De que adianta blasfemar contra Deus ou contra todos e se revoltar contra a vida? Essa atitude não vai trazer a pessoa de volta e, pior, você vai ficar sem energias para continuar sua missão. Nessa hora, muita fé em Deus, porque nada nos acontece sem um propósito que um dia nos será revelado.

• Se um médico diagnosticou em você uma doença de difícil tratamento e cura, depois do choque, revolta e medo, aceitação é o próximo passo. Pesquise sobre a doença, visite outros médicos para colher novas opiniões, converse com seus familiares e siga em frente. Evite contar para todo mundo e ficar se queixando, para que você não caia na tentação de entrar para o “clube dos coitadinhos”.

• Esses “sustos” fazem parte do nosso viver, e você deve enfrentá-los de cabeça erguida, sem fugir da verdade, nem fazer alarde e drama.

• Claro que você vai passar por fases, no processo de superação desses problemas, tais como revolta e descrença - no início -, depressão quando perceber que não dá pra fugir da verdade, para, aos poucos, começar a aceitação e a vontade de superar, de se curar.

• E no caso de doenças terminais, lembre-se de que nenhum médico é Deus, então, lute até o limite de suas forças, e junto aos tratamentos convencionais utilize as terapias alternativas que vão lhe proporcionar harmonia para lidar com a realidade em que está vivendo.

• Seja qual for seu problema, é importante que você conte com apoio psicoterápico e de medicamentos antidepressivos, ao longo do processo.

• E, sobretudo, combata o pessimismo. Crie em torno de si uma energia de esperança e fé, que irão colocá-lo em um “estado de permissão” para que a Providência Divina comece a atuar naquilo que, à primeira vista, possa parecer impossível. Lembre-se: para Deus, nada é impossível!

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia