Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Dom Paulo Mendes Peixoto - 22/06/2013

Perder e ganhar

Compartilhar:

São dois verbos que fazem parte da história dos povos, marcando momentos de tristeza e de alegria. No Brasil as perdas e ganhos são muito visíveis e as consequências, de um ou de outro, são sempre imprevisíveis. Não são por acaso as manifestações generalizadas como estão acontecendo, enchendo as praças das principais cidades do país.

O que vemos é a indignação da população diante das diversas perdas causadas pela impunidade, a má administração pública, a insatisfação com a atuação dos políticos que não dão respostas adequadas às necessidades das pessoas, etc. A ação desonesta, por todo Brasil, significa perda para o povo e ganho desonesto para quem não administra para o bem comum.

Em Jesus Cristo, perder significa ganhar. Foi o que aconteceu com Ele na cruz, porque morrendo, trouxe vida. Isto significa que se ganha a vida através da renúncia, do desprendimento de bens materiais acumulados inutilmente, às vezes adquiridos com atitudes desonestas e exploração. O Senhor diz: “Renuncie-se a si mesmo, tome a cruz cada dia, e siga-me” (Lc 9 23).

O mundo é de todos, onde se exige igualdade como essencial, que deve ser respeitada. Primeiro, o direito a vida, de nascer e viver com dignidade. Depois, temos valores que devem ser encontrados nas pessoas. Os extremos são ofensivos, causam descontentamento e violência. A falta de partilha das riquezas acumuladas sem fim social provoca indignação no povo.

É importante nos dar conta de que presenciamos inúmeras novidades hoje, causando até medo. Quando temos controle e domínio da situação nos sentimos seguros. Mas isto pode ser insustentável em determinado momento. O domínio sobre a corrupção causa insatisfação coletiva.

Perder não faz bem, a não ser na dimensão espiritual cristã. O craque é uma perda, que leva muita gente para a morte antecipada. Tem sido instrumento incontrolável de violência. Ganhar faz bem, mas quando com dignidade, com amor pela causa, provocando felicidade passageira, mas também a vida eterna. Por isto temos que fazer valer a vida e não os desejos egoístas e desumanos.

 

(*) Arcebispo de Uberaba




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018