Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Dom Paulo Mendes Peixoto - 06/04/2013

Ver e crer

Compartilhar:

O contexto da paixão e da morte de Jesus na cruz, seguido do fato do sepulcro ter sido encontrado vazio, provocou uma situação de extrema confusão, de incertezas e expectativa de esperança. Ele tinha ressuscitado ou não? Era o sentimento que perpassava na mente dos discípulos, que esperavam um fim diferente para o Mestre.

O melhor intérprete das realidades é o tempo. Aos poucos, Jesus foi confirmando estar vivo, ressuscitado e presente no meio das comunidades. Ele foi aparecendo em diversas ocasiões na vida dos discípulos, principalmente quando estavam reunidos. Jesus dá-se a conhecer, mas Tomé, um dos discípulos, disse que acreditava, vendo.

Tomé não aceitou o testemunho dos apóstolos, porque não estava presente quando Jesus apareceu para o grupo. A fé é dom de Deus e fundamentada no mistério da ressurreição. Os apóstolos testemunharam que o Ressuscitado era o Crucificado, que venceu a morte trazendo a vida, passando a viver além do tempo e do espaço.

Sendo confirmados na fé, diz a bíblia que Jesus soprou sobre os discípulos (Jo 20, 22). Com isto estava expressando a ideia de uma criação renovada. É a vida que surge do sopro de Javé (Gn 2, 7), dando às pessoas a condição de dignidade humana e divina. É um sopro de vida que significa missão na construção do Reino de Deus.

A ação dos discípulos, nos primeiros tempos da Igreja, revela o mistério da presença do Espírito Santo na vida das comunidades cristãs. Conforme os dizeres do livro dos Atos dos Apóstolos, o anúncio da Palavra e o testemunho de fé dos cristãos, especialmente dos apóstolos e dos discípulos, realizavam sinais surpreendentes na vida das pessoas e das comunidades.

A ressurreição de Jesus inaugurou o início dos novos tempos, não tendo chegado ainda na sua plenitude. Caminhamos sob a força da esperança, sendo felizes crendo sem ter visto, porque confiamos nas testemunhas da ressurreição de Cristo, com quem devemos ter um encontro pessoal e íntimo através de nossa vida espiritual e convivência no relacionamento comunitário.

 

(*) Arcebispo de Uberaba




San Marco
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
RIVER AUTOPEAS
SINTONIZE

ENQUETE
Apesar de a PMU descartar surto de meningite na cidade, h aumento significativo no nmero de casos. A vacinao a forma mais eficaz de preveno. Voc est com a imunizao em dia?







JM FORUM
Aps pedidos de moradores e vereadores, o albergue municipal vai se mudar do Boa Vista para a av. Orlando R. Cunha. Na sua opinio, a mudana positiva?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018