JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 17 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Por que tanta insatisfação?

Em minhas atividades profissionais, é bem comum receber

- Por Eliana Barbosa Última atualização: 15/03/2013 - 20:43:24.

Em minhas atividades profissionais, é bem comum receber e-mails de mulheres e até de alguns homens, pedindo um apoio em relação a sentimentos de inferioridade, medo do fracasso, frustração, insatisfação e tantas outras dificuldades. E eu sempre inicio minhas respostas enfatizando a importância do fortalecimento da autoestima de cada um deles.

Então, reflita comigo sobre alguns sintomas de baixa autoestima e avalie como eles podem estar atuando em sua vida: Ficar se criticando; não saber dizer “não” quando preciso, por medo de desagradar; viver na desordem; atrair relacionamentos “tóxicos” (tanto afetivos quanto profissionais); ficar sempre endividado; adiar fazer coisas que possam beneficiá-lo; acreditar que não merece ser amado; maltratar o corpo com alimentos errados, cigarros, drogas, álcool; não valorizar o próprio trabalho, etc. Estes e tantos outros sintomas demonstram o quanto você deixa de cuidar da pessoa mais importante da sua vida que é VOCÊ!

Eis, então, alguns passos para você dar em direção a uma boa autoestima e, assim, aprender a cuidar, carinhosamente, de você mesmo:

• Ame-se do jeito que você é, elogiando-se, fazendo a si próprio todas as lindas declarações de amor que sempre quis ouvir dos outros e está esperando até hoje.

• Pare de se comparar com os outros, e de se colocar sempre abaixo das pessoas. A única boa comparação é com você mesmo, com o que você foi ontem, com o que você melhorou hoje, e com o quanto você pode melhorar amanhã.

• A partir do momento em que você se aceita como é, você começa a aceitar também a possibilidade de que pode mudar quando quiser e, aí, então, inicia um processo importante de transformação pessoal.

• Quando sua autoestima estiver melhor, sua energia ficará como um ímã para acontecimentos promissores e alegres, e, aos poucos, você irá adquirindo mais saúde, mais brilho nos olhos e na pele, muda a postura, o olhar, o andar, o tom da voz, o jeito de falar, e passa a encantar a todos por onde passa. Tudo na sua vida começará a dar certo, na hora certa, no lugar certo.

• E, finalizando, eu tenho uma ótima notícia para lhe dar: para elevar sua autoestima, independente de sua história de vida, você não depende de seu marido, ou de quem quer que seja, você só depende de uma pessoa: VOCÊ! Então, sinta-se bem com você e permita-se ser feliz! Este poder é todo seu!

 

 (*) Palestrante, apresentadora de rádio e TV; autora de livros motivacionais

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia